Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Opinião
Janguiê Diniz, engenheiro da educação e do empreendedorismo do Brasil (1)

Celso Niskier
Doutor em Inteligência Artificial, fundador e reitor da UniCarioca e diretor-presidente da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior - Abmes

Publicado em: 23/10/2020 03:00 Atualizado em: 23/10/2020 06:20

Em 21 de março de 1964, nasce em Santana dos Garrotes, pequena cidade do Sertão da Paraíba, Janguiê Diniz, um retirante. Aos cinco anos, fugindo da seca, seus pais se mudam para a região Norte, indo morar no Mato Grosso e, posteriormente, em Rondônia. É a natureza local inquietando os seus.

Aos 14 anos de idade, já há um propósito em seus passos: seguir a carreira jurídica. Desta vez, são seus próprios pés que povoam mais uma estrada, rumo a Pernambuco. Dentro de si, há ebulições oníricas. Em breve, a Faculdade de Direito do Recife da UFPE o terá sentado em sala de aula, aonde iniciará sua formação tão desejada.

Declinando-se em estudos, é bacharel em Direito pela UFPE. Sempre em vigília, reconhecendo a necessidade de se tornar íntimo com a palavra, conclui também o curso de Letras - Licenciatura em Inglês pela Universidade Católica de Pernambuco - UNICAP. Na Aliança Francesa, conclui o curso de Francês, também no Recife. Na Cultura Inglesa, em parceria com a Universidade de Cambridge, Inglaterra, o curso de Inglês. Na Escola Superior da Magistratura de Pernambuco conclui Pós-Graduação e se prepara para a Magistratura. Vencendo o tempo, participa de vários congressos nacionais e internacionais de Ciências Jurídicas.

Já o fascina a carreira diplomática. Presta concurso em 1986, vindo depois a desistir por descobrir que a diplomacia não retratava suas aspirações.

Trata-se de um homem em emersões e imersões. Aprendeu com Jean Paul Sartre que a idade da razão é não entravar sua própria liberdade. E, em contínua formação, em 1992, torna-se juiz togado do TRT da 6 ª Região; de dezembro de 1993 a setembro de 2013 é procurador regional do Ministério Público do Trabalho em Pernambuco. Não se distancia de sua formação acadêmica. Especializa-se em Direito do Trabalho, pela UNICAP e na sequência em Direito Coletivo pela Organização Internacional do Trabalho - OIT, em Turim, Itália. Conclui o Mestrado e o Doutorado em Direito Processual do Trabalho pela UFPE. Pernambuco o reconhecerá como homem oportuno para também arar este Estado, agraciando-lhe a Câmara Municipal do Recife e a Assembleia Legislativa de Pernambuco com os títulos de cidadão recifense e pernambucano, respectivamente. Seguiram os passos de Pernambuco e do Recife diversos outras cidades e estados.

Em sua docência, o registro de professor efetivo da cadeira de Processo Civil e Trabalhista da Faculdade de Direito do Recife da UFPE, exonerado a pedido, e do Centro Universitário Maurício de Nassau - UNINASSAU, alça mais um voo alto, nobre e lúcido: edificar sua própria instituição de ensino superior. Suas duas mãos agora estão voltadas ao empreendedorismo. E, estando sólido em suas imersões, emerge em Pernambuco a Faculdade Maurício de Nassau, embrião do grupo Ser Educacional. É a natureza do homem contribuindo expressivamente para o desenvolvimento coletivo. Sua capacidade de intervir no coletivo constrói alicerces fortes e estáveis para o desenvolvimento de Pernambuco e para a ascensão do Brasil.

Argentina chora perda de Maradona
Jogadores se despedem de Maradona
Rhaldney Santos entrevista Dra Amanda López, neurocirurgiã pediátrica
Rhaldney Santos entrevista João Campos (PSB), candidato à Prefeitura do Recife
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco