Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Opinião
Editorial Planejamento salvou vidas brasileiras

Publicado em: 11/02/2020 03:00 Atualizado em: 11/02/2020 09:38

O sucesso da repatriação dos brasileiros da China tem nome. É planejamento. Tomada a decisão, equipe transversal, capitaneada pelo ministro da Saúde, fez o que é rotina no setor privado, mas raro no público. Traçou o passo a passo da operação — o antes, o durante e o depois. Em português claro: preveniu para não ter que remediar.

Ao mesmo tempo, manteve a população informada. Porta-vozes divulgavam diariamente o andamento das medidas e o quadro das pessoas monitoradas em razão da suspeita de terem contraído o novo coronavírus. O que se viu foi profissionalismo, técnica e serenidade. A transparência evitou o pânico e a disseminação de fake news.

Ao todo, 58 pessoas que regressaram da China e iniciaram no domingo o período de quarentena em Anápolis (GO) seguem sem apresentar nenhum tipo de sintoma que indique contaminação pelo novo coronavírus. A informação foi divulgada na tarde de ontem, em boletim da Operação Regresso, pelo Ministério da Defesa. De acordo com o boletim, os hóspedes que estão na Ala 2 da Base Aérea de Anápolis “permanecem com o quadro assintomático”.

O grupo passou por avaliações clínicas de saúde, que incluem aferições de sinais vitais, como medição de temperatura, pressão e frequência cardíaca e exame de nasofaringe. São previstas três avaliações por dia. O Ministério da Saúde e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) realizaram uma apresentação sobre os aspectos da “área branca”, local comum aos hóspedes, que oferece lazer e bem-estar.

Na manhã de domingo, os 34 brasileiros repatriados e mais 24 tripulantes chegaram a Anápolis depois de um longo voo de 36 horas a partir de Wuhan, epicentro do novo coronavírus na China. Todos vieram ao Brasil porque não apresentavam nenhum sintoma de contaminação. A quarentena tem caráter preventivo. Depois de 18 dias, eles serão liberados para seguirem para as suas casas.

O Brasil permanece sem registro do novo coronavírus. O Ministério da Saúde atualizou ontem as informações repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde sobre a situação dos casos suspeitos no país. Houve redução de quatro casos em relação ao informe anterior. Agora, sete notificações se enquadram na atual definição de caso suspeito.

Mais lidas

mais lidas

Barrados na quarentena   o drama de quem não pode ficar em casa durante a pandemia
Resumo da semana: amor na pandemia, confinamento rastreado e mortes por Covid-19 em Pernambuco
Coronavírus: Como fica a distribuição de merendas na rede municipal do Recife
#FicaemcasacomODiario: Igor de Carvalho
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco