Diario de Pernambuco
Busca

Tubarão

Projeto permite adoção de tubarões bebês em Fernando de Noronha; saiba como funciona

Para adotar o animal os interessados devem fazer uma doação mínima de R$ 150

Publicado em: 19/03/2024 21:45 | Atualizado em: 19/03/2024 21:46

A espécie disponível para adoção é o tubarão-limão (Foto: Reprodução/Instagram)
A espécie disponível para adoção é o tubarão-limão (Foto: Reprodução/Instagram)

O Projeto Tubarões e Raias de Fernando de Noronha está com uma campanha para que pessoas adotem filhotes de tubarões na ilha. A adoção é simbólica e os interessados podem fazer uma doação no valor mínimo de R$ 150, que irá contribuir com os trabalhos de pesquisa e monitoramento das espécies.

Os padrinhos dos animais podem dar um nome ao filhote e ainda receber um certificado com informações como nome, espécie do tubarão, tamanho, peso e sexo do animal, número da tag que foi inserida e outras observações caso estejam disponíveis.

“Sua doação para o Projeto Tubarões e Raias de Noronha nos permite prosseguir com as pesquisas científicas e atividades educativas no arquipélago e contribuir para a conservação desses animais tão especiais e ameaçados. Em particular, este recurso será destinado à pesquisa e monitoramento dos filhotes de tubarões”, diz uma postagem do projeto nas redes sociais.

Durante as ações do projeto, os cientistas marcam os tubarões e coletam materiais genéticos para acompanhar a  saúde do animal e analisar as peculiaridades dos filhotes do Parque Nacional Marinho e os tubarões das praias urbanas. Esta captura é feita a cada três meses.

A espécie disponível para adoção é o tubarão-limão, que podem crescer até 3,4 metros e frequentemente encontrados em águas subtropicais rasas, além de serem conhecidos por habitar e retornar a locais de berçário específicos para reprodução. O peixe tem uma coloração amarela que permite uma camuflagem eficaz ao nadar no mar arenoso.

Os interessados em adotar o animal podem enviar o seu comprovante de pagamento por mensagem pelo e-mail bianca@tubaroesnoronha.org.br ou pelo Whatsapp: (11) 98283-6056. 

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL