Diario de Pernambuco
Busca

VIOLÊNCIA

Em menos de 24 horas, três mulheres são encontradas mortas em Pernambuco

Um dos casos aconteceu na Zona Oeste do Recife

Publicado em: 01/12/2023 19:12 | Atualizado em: 01/12/2023 19:34

Alizete Xavier da Silva foi encontrada morta dentro de casa, no bairro da Iputinga, na Zona Oeste do Recife (foto: Arquivo pessoal)
Alizete Xavier da Silva foi encontrada morta dentro de casa, no bairro da Iputinga, na Zona Oeste do Recife (foto: Arquivo pessoal)

Em menos de 24 horas, entre a quinta-feira (30) e esta sexta (30), três mulheres foram encontradas mortas em três regiões de Pernambuco.

 

Um dos casos aconteceu no Recife. Na noite da quinta, uma mulher de 43 anos foi achada morta dentro de casa, no bairro da Iputinga, na Zona Oeste da cidade.

 

Informações extraoficiais dão conta que a vítima foi identificada como Alizete Xavier da Silva, conhecida como “Likinha”. Ela foi alvejada por vários tiros por um desconhecido.

 

De acordo com a polícia, a vítima chegou a ser levada para o Hospital Getúlio Vargas (HGV), no Cordeiro, também na Zona Oeste da Capital, mas não resistiu aos ferimentos.

 

Após perícia do Instituto de Criminalística (IC), o corpo dela foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML), no bairro de Santo Amaro, na área central do Recife. O Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) vai investigar o caso.

 

Em Petrolina, no Sertão, uma mulher de nome e idade não identificados foi achada morta morta em via pública, nesta sexta (1º), entre os loteamentos N7 e N9, na Zona Rural.

 

De acordo com a polícia, a vítima foi alvejada com disparos de grosso calibre. Ela teria sido atingida por um disparo de fuzil calibre 12 na região do rosto. O caso foi registrado pela 25ª Delegacia de Homicídios de Petrolina. Após perícia do IC, o corpo foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML) de Petrolina.

 

No final da manhã, o corpo de uma mulher de 23 anos foi encontrado em um açude na Zona Rural de Surubim, no Agreste do Estado. 

 

O cadáver estava em estado avançado de decomposição e tinha as mãos amarradas. A polícia não confirmou se o corpo apresentava ferimentos à bala. Informações extraoficiais dão conta de que a vítima foi identificada apenas como Laís, que estava desaparecida há sete dias. 

 

Após perícia do IC, o corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru, também no Agreste do Estado. Um inquérito foi instaurado pela Delegacia Seccional de Surubim para investigar o caso.

 

 

Feminicídios

 

De acordo com a Secretaria de Defesa Social (SDS), Pernambuco registrou sete casos de feminicídio em outubro deste ano. 

 

Segundo a pasta, no acumulado dos dez primeiros meses, foram contabilizados 65 casos. 

 

Já nos casos de violência doméstica contra mulheres, no mesmo período, foram somadas 4.393 ocorrências.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL