Diario de Pernambuco
Busca

Urbanismo

Obra da ciclovia da Avenida Agamenon Magalhães é entregue no Recife

Prefeitura garante, assim, mais conforto e segurança para quem anda de bicicleta em uma das vias mais importantes da cidade

Publicado em: 10/12/2023 14:34

Ciclovia da Agamenon Magalhães foi entregue (Diego Nigro/PCR/Divulgação)
Ciclovia da Agamenon Magalhães foi entregue (Diego Nigro/PCR/Divulgação)
A Prefeitura do Recife entregou, neste domingo (10),  a conclusão das obras de implantação da ciclovia da Avenida Agamenon Magalhães, uma das mais importantes da cidade. 

Com isso, a administração municipal leva mais segurança e conforto aos ciclistas. 

Iniciada em setembro do ano passado, a intervenção também contou com o programa Via Jardim, com o plantio de 150 árvores de grande porte, iniciativa que irá beneficiar as principais avenidas da cidade. 

O prefeito do Recife, João Campos, conferiu de perto o novo traçado.  

“Temos uma nova ciclovia na Agamenon.  Era uma obra muito esperada por quem pedala, seja para trabalhar, ou para lazer, porque ela garante a conexão da Zona Norte com a Zona Sul. São duas malhas cicloviárias muito grandes e essa é a principal conexão. Essa via é a que mais passa carro, moto e ônibus na cidade e faltava um espaço seguro para as pessoas passarem de bicicleta. Essa obra está entregue, funcionando de ponta a ponta, aproximadamente R$ 7 milhões investidos. O importante é saber que agora temos mais um equipamento bem feito que vai trazer segurança para quem anda de bicicleta", destacou o prefeito João Campos.  


Como é

A ciclovia no trecho entre a Rua Dr. Leopoldo, no bairro da Boa Vista, e a Av. Saturnino de Brito, no bairro do Cabanga. 

O trecho conecta bairros centrais da cidade, proporcionando uma alternativa segura e eficiente para os deslocamentos de ciclistas e pedestres entre as regiões.  

O projeto representou um investimento de R$ 7,8 milhões e resultou na construção de aproximadamente 4 km de ciclovia. A rede de drenagem contou com a implantação de cerca de 650 m de tubos para a coleta de água das chuvas, evitando pontos de alagamento.

Durante a intervenção, todo o concreto da ciclovia foi pigmentado e passeios foram instalados, assim como o meio-fio e segregadores. 

Além disso, foram assentados 1.551 barreiras separadoras de fluxo de tráfego em todo o trecho, que vai da ponte João Paulo II até o viaduto Capitão Temudo, no Cabanga.

 Também foram instalados 909 gradis no entorno da ciclovia, visando aprimorar a segurança dos ciclistas. A obra foi iniciada em setembro de 2022.

A Ciclovia Agamenon é alimentada por outras rotas cicláveis, como a Graça Araújo, a Oliveira Lima e a Joana Bezerra. Também é interligada à ciclofaixa da via local da própria Agamenon Magalhães.
 
De acordo com levantamento do Instituto da Cidade Pelópidas Silveira (ICPS), cerca de 7,5 mil pessoas circulam diariamente de bicicleta pela Agamenon Magalhães. 


Malha

A malha cicloviária do Recife cresceu nos ultimos anos. 
 
A cidade foi a que mais avançou na execução do Plano Diretor Cicloviário de Pernambuco, com mais de 70% das rotas complementares sob responsabilidade da prefeitura cumpridas. 


Em 2020, a capital foi eleita a quarta cidade com a rede cicloviária mais acessível do Brasil.
 
O índice é do Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento (ITDP), que contabiliza a população que está até 300 metros próximo a uma estrutura cicloviária.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL