Diario de Pernambuco
Busca

GUERRA

Israel-Hamas: guerra continuará após trégua para troca de reféns

Acordo entre Israel e Hamas prevê a liberação de até 100 reféns em troca de 300 prisioneiros palestinos. Trégua inicial é de quatro dias para liberação de 50 reféns

Publicado em: 22/11/2023 08:01 | Atualizado em: 22/11/2023 08:05

A liberação do primeiro refém está prevista para esta quinta-feira (Crédito: Mohammad AHMAD / AFP)
A liberação do primeiro refém está prevista para esta quinta-feira (Crédito: Mohammad AHMAD / AFP)

As Forças de Defesa de Israel disseram que a guerra contra o Hamas irá continuar após a trégua de quatro dias definida em acordo com o grupo. Em nota, enviada a agência France Press noite desta terça-feira (21/11), o exército israelense disse que o conflito não será encerrado até todos os reféns serem liberados e o Hamas eliminado.

 

"O governo israelense, o Exército israelense e as forças de segurança vão continuar a guerra para trazer de volta todas as pessoas sequestradas, eliminar o Hamas e garantir que não exista nenhuma ameaça para o Estado de Israel vinda de Gaza", diz a nota.

 

Israel e Hamas fecharam um acordo na noite desta terça para a liberação de 50 reféns, mulheres e crianças israelenses, em troca de 150 mulheres e crianças palestinas presas em Israel. Além de uma trégua de quatro dias.

 

A liberação do primeiro refém está prevista para esta quinta-feira (23/11). A estimativa é que em torno de 240 pessoas foram raptadas pelo Hamas durantes os ataques de 7 de outubro.

 

De acordo com o Times of Israel, o governo israelense divulgou uma lista com 300 nomes, a maioria de adolescentes, palestinos que poderiam ser libertados no acordo. Isso só aconteceria caso 100 reféns vivos forem devolvidos por Gaza.

 

A previsão é que o acordo ocorra por fases. No primeiro momento, Israel libertará 150 prisioneiros palestinos assim que 50 reféns forem devolvidos a Israel. Sendo que os grupos de reféns seriam liberados a cada 10 pessoas.

 

Na segunda fase, outros 150 prisioneiros serão liberados, caso o Hamas entregue mais 50 reféns. Para cada libertação adicional de 10 reféns, haverá uma pausa adicional nos combates de 24 horas. 

 

As informações são do Correio Braziliense

 

 

Tags: guerra | hamas | israel | trégua |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL