Diario de Pernambuco
Busca

Carnaval 2024

Em noite de Gilberto Gil, emoção toma conta do Marco Zero com homenagem tecnológica a Chico Science

Criador do Mangue Beat foi reverenciado e teve direito a um holograma no palco do Marco Zero, na noite de abertura da folia

Publicado em: 09/02/2024 07:49 | Atualizado em: 09/02/2024 14:19

Holograma de Chico Science emocionou público  (Foto: Prefeitura do Recife)
Holograma de Chico Science emocionou público (Foto: Prefeitura do Recife)

Em um dia de grande emoção pela abertura orficial do Carnaval 2024, no Recife, a tecnologia falou mais alto.

 

Acompanhe a cobertura do carnaval 2024 no DP 

  

Assim foi a noite de quinta (8), no Marco Zero, principal palco da festa da cidade.

A homenagem a Chico Science, um dos criadores do Manguebeat, teve direito até a um holograma do artista.
 
É isso mesmo. Foi possível levar Chico, que morreu em um acidente de carro, há quase 30 anos, para mostrar aos foliões mais novos com quantos toques de alfaia se faz um maracatu atômico.

Em 2024, o lançamnerto de estreia de Chico Science e Nação Zumbi, "Da Lama ao caos", feaz 30 anos.
 
Pensando nisos, a prefeitura, em parceria com uma cervejaria, proporcionaram uma experiência inédita.

Levar Chico Science ao palco do Marco Zero, vinte e sete anos após sua morte, envolveu diversas etapas e desafios. Por se tratar de um evento musical, a voz foi o ponto de partida.
 
Foram necessárias semanas de pesquisa até encontrar arquivos de áudio que servissem para a reconstrução da voz do cantor, por meio de uma inteligência artificial, atendendo aos parâmetros de temperatura e interação com o público típicas de um "ao vivo".

Uma equipe de músicos, encabeçada por Renato Bandeira, foi responsável pela criação do arranjo musical e a construção de uma roupagem atual que preservasse a identidade da música A Praieira.
 
Foram dias de estudo de postura e comportamento, aliado ao gestual de Chico Science, para que um ator pudesse dublar e interpretar o artista, em uma gravação de estúdio.

A captação em vídeo foi uma das etapas mais delicadas: construir o rosto de Chico Science a partir de fotos de arquivo, através da realidade virtual.
 
A recriação foi aplicada digitalmente ao corpo do ator. As imagens foram projetadas por equipamentos de ponta e de altíssima resolução em uma tela bastante fina posicionada no palco.
 
Por meio de ilusão de ótica provocada pelas luzes, esta tela fica imperceptível, destacando apenas o personagem central. Tornando tudo ainda mais real, a banda responsável pela construção do arranjo toca ao vivo, acompanhando a holografia.

A homenagem completa, intitulada Recife Cidade do Mangue, contou com Louise e participação de Céu, Isadora Melo, Ylana, Jorge du Peixe, Maciel Salu, Toca Ogan e Nailson Vieira.
 
Em 2024, a revolução musical provocada por Chico Science encontrou par no salto tecnológico próprio dos nossos tempos. Ao fim, o resultado foi o encontro do Mangueboy mais amado do Recife com o público presente no Marco Zero.

Na sequência da noite, a genialidade de Gilberto Gil. Com um repertório que atravessa décadas de história e reflete as ricas influências da música brasileira, Gil lçevou aos foliões com uma fusão vibrante de ritmos.
 
A voz marcante e presença magnética de Gilberto Gil não apenas celebra o Carnaval, mas também deixa uma marca indelével na memória dos presentes, reafirmando seu lugar como um dos maiores ícones nacionais.

Para os que estão com o coração machucado ou já recuperados para um novo amor, o brega de Raphaela Santos foi o fechamento que a noite precisa.

Assista a abertura de ontem:



Confira outras notícias no especial de Carnaval

Tags: carnaval | 2024 | chico | science | gilberto | gil | recife |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL