Diario de Pernambuco
Busca

SENADO

Soraya deve articular votos pró-Dino junto ao Podemos

O senador Marcelo Castro (MDB-PI), por sua vez, deve articular junto a sua sigla; Dino deve se encontrar com a bancada evangélica na terça-feira (05)


O Podemos, de Soraya, conta com sete senadores (foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A. Press)
O Podemos, de Soraya, conta com sete senadores (foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A. Press)

A senadora Soraya Thronicke (Podemos-MS) deve ser a responsável por articular os votos da sigla dela para a aprovação da indicação de Flávio Dino ao Supremo Tribunal Federal (STF). O Podemos conta com sete senadores.

 

O líder do governo no Congresso, Randolfe Rodrigues (sem partido-AP), sinalizou o apoio de Soraya na terça-feira (28), após um jantar em sua casa.

 

O objetivo do encontro foi definir a função de cada senador presente na “campanha” por votos favoráveis ao nome de Dino para o STF. O ministro da Justiça será sabatinado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado em 13 de dezembro e, depois, passará por avaliação do Plenário da Casa, onde precisa de, pelo menos, 41 votos.

 

O jantar contou com o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, Randolfe, Dino e Soraya, além de diversos senadores, como o relator da sabatina na CCJ, Weverton Rocha (PDT-MA); Leila Barros (PSB-DF); Marcelo Castro (MDB-PI), vice-líder do MDB no Senado; Omar Aziz (PSD-AM), vice-líder do PSD no Senado; Fabiano Contarato (PT-ES), líder do PT na Casa; Jorge Kajuru (PSB-GO), líder do PSB no Senado; Eliziane Gama (PSD-MA), líder do bloco PSD, PT e PSB; Jaques Wagner (PT-BA), líder do governo no Senado; e Augusta Brito (PT-CE), vice-líder do PT.

 

Soraya confirmou aos jornalistas que vai encabeçar o diálogo no partido, mas que não seria articulação e sim algo “totalmente institucional”. A parlamentar disse, ainda, que não sabe se o encontro da legenda ocorrerá na próxima semana, devido à ida de diversos parlamentares para acompanhar a Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP 28), em Dubai.

 

A senadora Eliziane Gama (PSD-MA) vai promover um jantar com a bancada feminina, também na busca de votos favoráveis ao conterrâneo indicado ao STF.

 

A movimentação pró-Dino contará, ainda, com Marcelo Castro articulando junto aos 11 senadores do MDB. Também é esperado que o PSD se reúna na próxima semana. A sigla possui 15 senadores na bancada. Na terça, a expectativa é que Dino se encontre com a bancada evangélica, mas o senador Jorge Seif (PL-SC) já adiantou que não participará.

 

 

 

A expectativa do relator Weverton é que o ministro da Justiça seja aprovado com folga. A estimativa do parlamentar é que o indicado receba algo em torno de 50 a 53 votos favoráveis.

 

“Naturalmente os líderes mais próximos vão estar sempre, daqui para a sabatina, montando, definindo as táticas, estratégias de diálogo, de articulação”, disse Weverton. “Estamos todos muito otimistas”, afirmou o senador na saída do jantar, o qual classificou como “comitê da articulação”.

 

 

Confira as informações no Correio Braziliense.  

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL