Diario de Pernambuco
Busca

DESEMPREGO

Desemprego cai no Amapá, mas cresce em 8 estados; confira

Em 18 unidades da federação, taxa permaneceu estável no primeiro trimestre de 2024. Renda mensal com o trabalho aumentou

Publicado em: 17/05/2024 10:20

A taxa de desocupação por sexo foi de 6,5% para os homens e 9,8% para as mulheres no primeiro trimestre de 2024 (Crédito: Marcelo Camargo / Agência Brasil)
A taxa de desocupação por sexo foi de 6,5% para os homens e 9,8% para as mulheres no primeiro trimestre de 2024 (Crédito: Marcelo Camargo / Agência Brasil)

A taxa de desemprego do Brasil ficou em 7,9% no primeiro trimestre de 2024, registrando um aumento de 0,5 ponto percentual (p.p.) em relação ao quarto trimestre de 2023, quando ficou em 7,4%. Ela, no entanto, apresentou queda de 0,9 p.p. frente ao mesmo período do ano passado, quando atingiu 8,8%. Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua (Pnad Contínua) e foram divulgados nesta sexta-feira (17/5) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 

Em relação ao trimestre anterior, a taxa de desocupação aumentou em oito das 27 unidades da federação, mantendo-se estável em outras 18 e caindo em apenas uma, no Amapá. Ainda assim, o desemprego foi maior na Bahia (14%), Pernambuco (12,4%) e Amapá (10,9%). Ele diminuiu em de Rondônia (3,7%), Mato Grosso (3,7%) e Santa Catarina (3,8%).

 

A taxa de desocupação por sexo foi de 6,5% para os homens e 9,8% para as mulheres no primeiro trimestre de 2024. Já a taxa de desocupação por cor ou raça ficou abaixo da média nacional para os brancos (6,2%) e acima para os pretos (9,7%) e pardos (9,1%).

 

Confira a matéria completa no Metrópoles

 

Tags: desemprego |
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL