Diario de Pernambuco
Busca

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Criança de 10 anos é espancada e pai é levado para delegacia como principal suspeito

Caso foi registrado pela Polícia Civil em Brejo da Madre de Deus, no Agreste pernambucano

Publicado em: 29/01/2024 15:49

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste do Estado  (Foto: Arquivo )
O caso está sendo investigado pela Delegacia de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste do Estado (Foto: Arquivo )


A Polícia Civil está investigando um caso em que uma criança de 10 anos foi espancada e o suspeito de cometer as agressões é o próprio pai da vítima. 

O caso aconteceu na cidade de Brejo da Madre de Deus, distante 200 quilômetros do Recife, no Agreste pernambucano. 

O crime foi confirmado pela Polícia Civil nesta segunda (29).

A corporação informou que um inquérito foi instaurado pela 17ª Delegacia de Santa Cruz do Capibaribe, que fica também no Agreste pernambucano.

O caso é tratado pela polícia como “violência doméstica e familiar”, segundo informa a corporação por meio de nota. 

Embora a polícia não confirme, o caso foi denunciado pelo Conselho Tutelar e a Guarda Municipal de Fazenda Nova, distrito de Brejo da Madre de Deus, na sexta (26). 

As equipes foram acionadas para checar a denúncia de lesão corporal grave contra a um menino, que reside em uma casa no Sítio Mandaçaia. 

E foi lá que os conselheiros tutelares e os guardas municipais constataram a violência contra o menor. 

Imagens que circulam nas redes sociais mostram os hematomas pelo corpo da criança, principalmente, marcas das agressões na região da costela e costas. 

Ainda segundo informes preliminares, o agressor da vítima foi localizado e ouvido pelos guardas municipais.

Ele teria confessado as agressões, justificando os atos violentos como metodologia para disciplinar o filho. 

Ainda de acordo com informações extraoficiais, o suspeito foi encaminhado a Delegacia de Santa Cruz do Capibaribe para ser ouvido pela autoridade policial. 

No entanto, até a última atualização desta matéria, não havia informações se o suspeito teria sido autuado em flagrante e recolhido a alguma unidade prisional do Estado.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL