Diario de Pernambuco
Busca

SERTÃO

Projeto Documentando lança site e realiza temporada pelo Sertão pernambucano

Publicado em: 19/10/2022 15:09 | Atualizado em: 19/10/2022 15:30

 (Foto: Divulgação. )
Foto: Divulgação.
Boas notícias para o audiovisual de Pernambuco. Após a realização de cinco edições bem sucedidas, o projeto Documentando, assinado pelo cineasta Marlom Meirelles, se prepara para iniciar sua 6ª edição promovendo dez oficinas itinerantes pelo Sertão pernambucano, contemplando cidades inéditas na história do projeto, de 24 de outubro a 31 de março de 2023.

Outra grande novidade da edição: o lançamento do site Documentando (www.oficinasdocumentando.com.br), que além de informações sobre as temporadas, oficinas, imagens dos bastidores e relatos dos estudantes, ainda traz todo o catálogo de curtas-metragens desenvolvidos dentro do projeto ao longo de 13 anos. São mais de 80 documentários produzidos, muitos deles premiados e exibidos em festivais de cinema nacionais,que podem ser assistidos gratuitamente pelo público. Videoaulas e palestras virtuais gratuitas também podem ser conferidas na plataforma.

"O lançamento do site é uma grande conquista para o Documentando, pois é uma coletânea da memória de treze anos do projeto. Isso, somado ao fato de que chegamos mais maduros e com bastante experiência prática para esta expedição pelo sertão de Pernambuco, tornam altas as expectativas para a 6ª temporada", revela Marlom Meirelles, idealizador do Documentando.

E tem mais novidades. Em janeiro, em parceria com a TV Pernambuco, o Documentando exibirá filmes produzidos dentro do projeto durante o mês inteiro, em programas de 52 minutos de duração.

Oficinas

A 6ª edição do projeto, intitulada "Documentando | Expedição pelo Sertão", vai realizar oficinas audiovisuais em dez cidades pernambucanas. Ao todo, 250 estudantes serão beneficiados. Os municípios visitados foram escolhidos através de uma avaliação prévia, levando em consideração as demandas dos próprios municípios e a posição estratégica das cidades, de modo a atender também municípios circunvizinhos. Assim, em 2022, o Documentando passa pelas cidades: Belém de São Francisco e Cabrobó (de 24 a 28/out), Flores (de 07 a 11/nov), Ouricuri e Araripina(de 12 a 16/dez), Floresta e Custódia (de 06 a 10/fev), Afrânio (de 27/fev a 03/mar), Verdejante (de 20 a 24/mar) e Solidão (de 27 a 31/mar).

"Decidimos fazer essa edição exclusivamente pelo Sertão porque, apesar dos avanços nesse sentido, trata-se de uma região historicamente com mais desafios de acesso a atividades cinematográficas. O intuito é preencher essa lacuna e democratizar o contato com a sétima arte", diz Marlom.

Vale ressaltar que os participantes das oficinas não precisam possuir conhecimentos prévios na área. "Durante o curso, todos serão iniciados nas técnicas básicas de capitação e edição de imagens em vídeo, além de receber informações necessárias sobre a linguagem cinematográfica e as etapas e funções numa produção. Durante as aulas apresentamos aos alunos um panorama sobre o cinema documental, seus principais diretores e movimentos, abrindo caminhos para a construção de um repertório audiovisual. Também fazem parte do cronograma pesquisa, argumento, roteiro, produção e uma abordagem sobre os demais elementos cinematográficos, explica Meirelles.

Cada oficina tem 24h/aula, com encontros presenciais e atividades virtuais,a exemplo de videoaulas e palestras, onde profissionais comentam sobre suas experiências, as oportunidades de inserção no mercado e distribuição dos filmes.

Em cada oficina, os alunos realizam, na parte prática, um documentário com duração de cerca de 10 minutos, abrangendo aspectos socioculturais e históricos dos municípios, como personalidades, manifestações culturais, valores materiais ou imateriais, etc. A temática é escolhida através de exercícios coletivos. Ao final da 6ª temporada serão realizadas duas mostras com os filmes produzidos ao longo da edição, com exibições descentralizadas uma na Região Metropolitana do Recife e outra no Sertão e ações de acessibilidade (libras e legendas para surdos e ensurdecidos).

Temporadas anteriores

Com 13 anos de história, cinco edições realizadas, uma em execução, além de temporadas especiais e participação em festivais e projetos audiovisuais, o projeto Documentando já beneficiou mais de 2 mil estudantes.

De acordo com Marlom, entre os benefícios gerados pelo projeto, está o estímulo crescente da produção audiovisual em Pernambuco, algo com reflexo direto no aumento de novos realizadores em festivais e mostras audiovisuais no estado. Além, claro, da função social que o projeto desempenha, ao transforma a produção documental em uma ferramenta de promoção de visibilidade, reconhecimento e cidadania, sobretudo para os grupos em situações mais vulneráveis.


Documentando | Expedição pelo Sertão

De 24 de outubro a 31 de março de 2023

Nas cidades: Belém de São Francisco e Cabrobó (de 24 a 28/out), Flores (de 07 a 11/nov), Ouricuri e Araripina(de 12 a 16/dez), Floresta e Custódia (de 06 a 10/fev), Afrânio (de 27/fev a 03/mar), Verdejante (de 20 a 24/mar) e Solidão (de 27 a 31/mar).

Site: www.oficinasdocumentando.com.br

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL