Diario de Pernambuco
Busca

CONCURSO

Enem dos Concursos: inscrições seguem até 9 de fevereiro

Até 9 de fevereiro, os candidatos poderão fazer a inscrição via internet. Para os que irão pedir isenção, o limite é 26 de janeiro

Publicado em: 19/01/2024 08:01 | Atualizado em: 19/01/2024 08:06

Governo federal espera atrair 3,5 milhões de candidatos para processo seletivo unificado (Crédito: Vitória Torres/CB/D.A Press)
Governo federal espera atrair 3,5 milhões de candidatos para processo seletivo unificado (Crédito: Vitória Torres/CB/D.A Press)

As inscrições para o Concurso Público Nacional Unificado (CPNU), o Enem dos Concursos, começam hoje, com prazo até 9 de fevereiro, sem previsão de prorrogação durante o feriado de carnaval. Os candidatos que buscam isenção de taxa têm até 26 de janeiro para realizar a solicitação. A expectativa do governo é atrair mais de 3,5 milhões de pessoas.

 

A Fundação Cesgranrio é banca organizadora do processo seletivo. Na semana passada, foi publicado o edital com as regras para o concurso unificado — que selecionará 6.640 servidores para 21 órgãos públicos federais, além de cadastro reserva. O documento traz informações sobre os blocos temáticos, conteúdo das provas, critérios de classificação e desclassificação, validade do certame e composição das notas finais.

 

As provas estão marcadas para serem aplicadas em 5 de maio. A inscrição será, exclusivamente, via internet. No entanto, a ministra da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI), Esther Dweck, afirmou que há negociações com o Banco do Brasil e os Correios para oferecer agências físicas nas 220 cidades onde haverá provas, com o intuito de facilitar a inscrição aos que não têm acesso a dispositivos eletrônicos.

 

A todo vapor

 

Atualmente desempregado, Arthur Paiva, de 31 anos, vai investir no concurso unificado. Ele está otimista diante das oportunidades que o certame oferece e destacou a quantidade expressiva de vagas disponíveis. O estudante afirmou que os eixos temáticos são uma novidade e que precisou ler atentamente as regras do processo seletivo para compreender a proposta.

 

"A primeira etapa foi entender o edital para começar a caminhar nesse novo sistema. Tive um problema com a questão dos eixos temáticos, deu um nó na minha cabeça. Nós que somos concurseiros não estamos acostumados com isso, mas foi uma boa novidade", disse.

 

A flexibilidade do concurso é o maior benefício para Arthur Paiva, devido a comissão que prevê a possibilidade de oferecer oportunidades na administração pública mesmo para candidatos que não alcancem uma vaga específica, por meio da contratação temporária.

 

"Quem não passar nas vagas pode ser convidado a trabalhar na administração pública sem vínculo. É como se fosse uma contratação temporária e, até nisso eles pensaram, tiveram a sensibilidade de pensar em empregar no serviço público os candidatos aptos que restarem", apontou.

 

Rotina de estudos

 

O professor Eduardo Cambuy, do Gran Cursos, explicou que os candidatos devem priorizar a parte básica geral nos estudos, abrangendo temas comuns em concursos públicos, como finanças, direito constitucional e administrativo, por exemplo. "Existem matérias que não são incomuns no meio do concurso público, assim o candidato pode estudar bem essa parte e depois refinar o estudo, priorizando os eixos de maior peso para o seu respectivo cargo", ressaltou.

 

Na avaliação da professora Júlia Branco, do Estratégia Concursos, os benefícios atrativos da carreira pública em comparação com a iniciativa privada, é a estabilidade. A educadora aconselha os candidatos a resolverem questões de provas anteriores da banca organizadora para compreender a abordagem da banca.

 

"Essa é a melhor oportunidade que teremos nos concursos públicos em 2024, pela quantidade de vagas oferecidas. Os benefícios são um grande atrativo da carreira pública, em comparação com a iniciativa privada, por exemplo, que tende a ser mais instável. A resolução de questões da Cesgranrio, de provas anteriores, será fundamental para entender como a banca pensa e como ela costuma abordar cada um dos temas do edital", disse. 

 

As informações são do Correio Braziliense. 

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL