Diario de Pernambuco
Busca

Energia solar

Governo inaugura usina de energia solar para abastecer unidades da Compesa

A Compesa é a maior consumidora de energia do estado

Publicado em: 06/02/2024 22:05 | Atualizado em: 07/02/2024 06:31

A etapa entregue tem capacidade suficiente para produzir energia para abastecer 11 mil residências de médio porte (Foto: Miva Filho/Secom)
A etapa entregue tem capacidade suficiente para produzir energia para abastecer 11 mil residências de médio porte (Foto: Miva Filho/Secom)

A primeira etapa de uma usina de autoprodução de energia elétrica localizada no município de Flores, no Sertão do Pajeú, foi inaugurada nesta terça-feira (6). A usina será utilizada para abastecer unidades da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa).

De acordo com o Governo do Estado, com o parque solar, 86 das unidades consumidoras da empresa passarão a operar na distribuição de água e no tratamento de esgoto com energia limpa. O projeto recebeu investimentos da ordem de R$ 26 milhões e vai representar uma economia na fatura de energia da estatal de aproximadamente R$ 2 milhões por ano.

"A Compesa inova no Brasil como a primeira empresa de saneamento do país a fazer uma Parceria Público Privada para garantir autogeração de energia, barateando os custos da companhia com uma grande usina de energia solar instalada aqui na cidade de Flores. Esta é só a primeira etapa, e estamos caminhando também para trabalhar com a energia mais limpa e sustentável, com diminuição dos custos, gerando mais eficiência na operação da companhia que precisa entregar água na torneira da casa da população",
ressaltou a governadora Raquel Lyra.

A etapa entregue tem capacidade suficiente para produzir energia para abastecer 11 mil residências de médio porte. A Compesa é a maior consumidora de energia elétrica de Pernambuco.

"Para garantir que toda essa energia seja limpa e renovável, a meta da Compesa em 2024 é alcançar a marca de 70% da energia usada sendo produzida por fontes renováveis. A gente vai gastar menos com energia e vai gastar na linha da sustentabilidade. Esse é um compromisso da Compesa. Essa é uma parceria inédita, que coloca a gente no rumo desse tema tão importante, que é a sustentabilidade",
disse o presidente da Compesa, Alex Campos.

A segunda etapa da Parceria Pública Privada (PPP) prevê a entrega de duas usinas solares restantes do município de Flores no final de 2025. Já a terceira etapa da PPP contará com a construção de três usinas solares em Garanhuns, no Agreste, com capacidade de 68 MW de potência instalada. Serão construídas usinas com mais de 100 mil placas solares instaladas para geração de energia solar.

O parque solar foi adquirido por meio de arrendamento através de uma PPP entre a Compesa e o Consórcio Pernambuco Energia.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL