Diario de Pernambuco
Busca

Saúde

Vai brincar Carnaval? Saiba como evitar lesões e identificar os limites do seu corpo

Especialistas alertam como garantir mais energia e disposição para aproveitar os dias intensos de comemoração e evitar lesões

Publicado em: 04/02/2024 12:45 | Atualizado em: 04/02/2024 12:41

Especialistas alertam como garantir mais energia e disposição para aproveitar os dias intensos de comemoração sem deixar de se cuidar (Foto: Rafael Vieira/ DP Foto)
Especialistas alertam como garantir mais energia e disposição para aproveitar os dias intensos de comemoração sem deixar de se cuidar (Foto: Rafael Vieira/ DP Foto)
 
Carnaval é sinônimo de calor e multidão.  Com todas as brincadeiras e atrações, os foliões saem para brincar e não têm hora para voltar. Por isso,  é importante ficar atento aos avisos e limites do próprio corpo.

Do anoitecer ao amanhecer, os foliões costumam andar, pular e festejar bastante.
 
E isso traz diversos impactos na saúde corporal, desde lesões, exaustão e a necessidade de hidratação ainda maior.

Para isso, especialistas alertam como garantir mais energia e disposição para aproveitar os dias intensos de comemoração sem deixar de se cuidar.

De acordo com o traumato-ortopedista e diretor do Hospital Miguel Arraes (HMA) , Sormane Britto fala a respeito da preparação para que as pessoas possam curtir a folia.

Ele destaca que além da hidratação e roupas leves, deve-se escolher um calçado confortável para evitar lesões na coluna e membros inferiores.

‘’O calçado ideal para quem vai seguir troças e blocos nas ruas é um tênis confortável ou sapato sem salto, porque o tornozelo e o joelho é que suportam as sobrecargas do corpo. São locais de frequentes traumatismos. Exagerar no carnaval, com saltos inadequados no sobe e desce de ladeiras ou no passo do frevo, por exemplo, pode causar instabilidade e provocar lesões dos ligamentos ou dos meniscos (estruturas internas do joelho)’’, explica. 

Britto pontua que outro cuidado importante é com a coluna lombar. Passos de dança e  alguns tipos de comidas e bebidas alcoólicas podem sobrecarregar essa região. 

‘’A orientação é ficar alerta aos movimentos bruscos durante o carnaval e preferir comidas mais leves e saudáveis, que facilitam a digestão, evitando infecções alimentares’’.

A coordenadora do curso de educação física da FPS e personal trainer Cristianne Tomasi ressalta que ter uma vida adepta aos exercícios ajuda a encarar a maratona de carnaval. 

Ela diz que quem consegue treinar um ano, ter um ano certo de treino, de preparação física, faz com que o risco de lesão seja menor diante desse tipo de situação. 

‘’São muitas horas em pé brincando. Então, é um desgaste absurdo, não só físico, mas perda de água, excesso de exposição ao sol, privação de sono. Então, o preparo físico, ele muitas vezes, termina minimizando determinados estragos ou consequências negativas que outros indivíduos não têm, principalmente nesses dias de carnaval''.

Cristiane frisa que em alguém que pratica exercícios a musculatura vai se comportar de uma forma mais tranquila para esse tipo de exposição. 

‘’O indivíduo, quando é sedentário, termina tendo consequências de dor, desconforto muscular, risco de ruptura. De lesão, sabe, porque ele não teve essa musculatura preparada durante um tempo para encarar esse processo’’, finaliza Tomasi.

Dica

Sormane ressalta que a escolha do calçado confortável é a melhor opção para evitar os problemas citados acima, como bolhas, dores e lesões; mas, caso o folião sinta desconforto, o processo mais indicado é se afastar da multidão, sentar e descansar.

‘’Passa um bloco, sentiu dor? se afasta, senta ou deita com as pernas elevadas. Um intervalo de uma hora já basta, para aliviar as dores e impedir que o quadro se torne mais doloroso e fique pior’’ disse Sormane Britto.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL