Diario de Pernambuco
Busca

Finados

Dia de Finados: cemitérios ficam cheios por causa de homenagens antecipadas

Muitos visitantes resolveram prestar homenagens um dia antes, para não enfrentar o tumulto na data oficial

Publicado em: 01/11/2023 15:44

Em dia de sol forte, havia grande quantidade de pessoas circulando pelo cemitério, o maior do Recife, para evitar tumultos na data oficial. (Foto: Romulo Chico /Esp DP foto)
Em dia de sol forte, havia grande quantidade de pessoas circulando pelo cemitério, o maior do Recife, para evitar tumultos na data oficial. (Foto: Romulo Chico /Esp DP foto)
 
Na véspera do Dia de Finados, muitas pessoas optaram por comparecer e prestar homenagens de forma antecipada no Cemitério de Santo Amaro, na área central do Recife.
  
Nesta quarta (1º), um dia de sol forte, havia grande quantidade de pessoas circulando pelo cemitério, o maior do Recife, para evitar tumultos na data oficial, celebrada na quinta (2).
 
Segundo a Prefeitura do Recife, cerca de 20 mil pessoas são esperadas nos cinco maiores cemitérios públicos da cidade.
Muitas pessoas optaram por comparecer e prestar homenagens de forma antecipada no Cemitério de Santo Amaro. (Foto: Romulo Chico /Esp DP foto)
Muitas pessoas optaram por comparecer e prestar homenagens de forma antecipada no Cemitério de Santo Amaro. (Foto: Romulo Chico /Esp DP foto)
 
A equipe do Diario de Pernambuco esteve em Santo Amaro, nesta quarta, e conversou com algumas pessoas que resolveram antecipar as homenagens e realizar a tradição.
 
A dona de casa Socorro  Moura, 82 anos, e a filha dela, Alessandra Moura, 51 anos, preferiram aproveitar a “calmaria” da véspera de Finados.
 
Elas também compraram flores para evitar o possível aumento dos preços, na data oficial. 
“Os jarros custam R$ 10 e acho que o preço está bom”, afirmou Socorro. 


Procura e média de preço das flores

Dentre as tradições, uma das mais populares é levar flores como sinal de afeto. (Foto: Romulo Chico /Esp DP foto)
Dentre as tradições, uma das mais populares é levar flores como sinal de afeto. (Foto: Romulo Chico /Esp DP foto)
 
Dentre as tradições, uma das mais populares é levar flores como sinal de afeto e carinho em memória daqueles que já morreram.
 
Por isso, o Diário procurou saber em média, como tem sido o preço, a procura e preferência dos clientes, nas floriculturas que ficam ao redor do Cemitério de Santo Amaro.

Consultadas as floriculturas, todos elegeram que as mais procuradas,  ano após ano, são as rosas e as crisântemos, a segunda, conhecida popularmente como ‘monsenhor’.

Para Maria José de Moura, 77 anos, proprietária da Maria Moura Decorações, esta não é uma boa época para lucrar, pois o preço dos fornecedores das flores, aumentou.

‘’Aumentou demais, e não podemos passar isso para os clientes, se não…quem compra? se aumentar o preço para venda, diminui a quantidade de gente que vem comprar’’, disse Maria José, que trabalha no ramo desde os 16 anos de idade. Ela continua ‘’ Às vezes dá para vender tudo e outras não, e claro, há a concorrência, após o Dia de Finados, nós vamos realmente saber se deu certo a expectativa’’ finalizou Maria José.

Para Leandro Dantas e Juan Filipe, ambos com 29 anos de idade, da Floricultura ou Ramalhete, os preços dos fornecedores aumentaram em torno de 30% a 40%. Mesmo com o acréscimo, há expectativa de vendas para toda a semana.

‘’É cedo para dizer, mas, as vendas estão oscilando. No dia de Finados e após a data, muitas pessoas procuram as flores, depois do dia, conseguimos contabilizar e fazer um levantamento’’ ressalta Juan.

‘’Sobre as flores, as que saem são rosas, sendo todas as cores, mas se for para destacar as mais procuradas são vermelhas e brancas, e tem também a ‘Monsenhor’ que são as mais populares. As pessoas compram jarros ou coroas, os preços variam de acordo com o tamanho’’, finaliza Leandro. 

Na floricultura ‘’Dinho Flores’’, Júlio César, 45, responsável pelo local, fala das dificuldades deste ano.

‘’O preço complicou muito, para se ter uma noção o pacote de monsenhor com 60 unidades, de R$ 20 foi para R$ 40, já o pacote de rosas com 60 unidades, subiu de R$ 30 para R$ 80. O preço aumentou e haviam poucas flores’’ disse Júlio.  

Preço dos itens em avaliação geral:

  • Monsenhor
Maria José de Moura, proprietária da floricultura Maria Moura Decorações. (Foto: Romulo Chico /Esp DP foto)
Maria José de Moura, proprietária da floricultura Maria Moura Decorações. (Foto: Romulo Chico /Esp DP foto)

Jarros com flores - Jarros a partir de R$ 30, podendo chegar a R$ 60, a depender do tamanho.

Coroas - Entre R$ 100 e R$ 400.

  • Rosas
As rosas vermelhas são uma das mais procuradas para esta data. (Foto: Romulo Chico /Esp DP foto)
As rosas vermelhas são uma das mais procuradas para esta data. (Foto: Romulo Chico /Esp DP foto)

Jarros - entre R$ 30 a R$ 60, a depender do tamanho.

Coroas - a partir de R$ 300, podendo chegar a R$ 500


Abre e fecha

Além do dia dedicado aos finados, os servidores públicos do governo do estado e da prefeitura do Recife terão um dia a mais para descasar.
É que ocorreu a transferência da celebração do Dia do Servidor Público de 28 de outubro para a sexta-feira (3).
 
Portanto, esses trabalhadores poderão “emendar” no feriadão.  Para quem mora no Grande Recife,m vale lembrar que o comércio do Centro e os shoppings vão funcionar em horários especiais; confira.


Roteiros

Para celebrar a data, a Arquidiocese de Olinda e Recife montou um esquema especial de missas em cemitérios e igrejas.

Estão programadas solenidades em vários locais, permitindo que as pessoas realizem suas homenagens; confira clicando aqui

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL