Diario de Pernambuco
Busca

Assistência

Alvo de incêndio que matou 4, abrigo para crianças é reinaugurado no Recife

Lar Paulo de Tarso, no Ipsep, na Zona Sul, foi reaberto após reformas. Prefeitura participou das ações depois que fogo destruiu estabelecimento, em abril de 2023

Publicado em: 28/11/2023 07:36 | Atualizado em: 28/11/2023 08:28

Lar paulo de Tarso, no Ipsep, foi reaberto após incêndio (Foto: Marlon Diego/ Prefeitura do Recife
)
Lar paulo de Tarso, no Ipsep, foi reaberto após incêndio (Foto: Marlon Diego/ Prefeitura do Recife )
Destruído por um um incêndio, que provocou quatro mortes, em abril deste ano, o Lar Paulo de Tarso foi reinaugurado, no Ipsep, na Zona Siul do Recife.
 
A soelnidade aconteceu na segunda (27) e contou com a participação do prefeito João Campos (PSB). 
 
O espaço existe há mais de 30 anos e recebe crianças em situação de risco. 
 
No Incêndio, morreram três menores e uma cuidadora. 
 
Segundo a administração municipal, após a tragédia, foi cedido um novo abrigo no bairro do Hipódromo, que recebeu o nome de Margareth da Silva, cuidadora que faleceu no incêndio.
 
Depois disso, para acelerar a reconstrução do espaço, a prefeitura doou 5.547 materiais de construção, por meio do Programa Parceria, que também ajudou na elaboração do projeto técnico do novo espaço.
 
"A gente hoje vê o Lar Paulo de Tarso reconstruído. Aqui houve uma tragédia muito grande. É uma instituição do terceiro setor séria, com muitos anos de existência na cidade e que sempre fez um trabalho respeitado. Ela estava completamente regularizada. Mas, acidentalmente, ocorreu um incêndio na rede elétrica e isso vitimou pessoas aqui. A sociedade civil, a prefeitura, o poder público de maneira geral, a iniciativa privada e várias instituições se juntaram e conseguiram viabilizar a reconstrução do Lar Paulo de Tarso", afirmou João Campos.
 
Ainda segundo o prefeito, desde abril, todo o funcionamento do Lar aconteceu numa área da prefeitura. 
 
"A gente conseguiu abrir esse equipamento para receber as crianças, os trabalhadores que estão lá até hoje. E agora, no próximo final de semana, elas poderão voltar ao Lar Paulo de Tarso todo", explicou.
 
De acordo com o diretor do Lar Paulo de Tarso, Geszler Carlos Wester, esta segunda-feira é um dia de gratidão, pois foi o trabalho coletivo que proporcionou a reconstrução da instituição. 
 
"Naquele dia de tanta dor, um facho de luz também surgiu como a nos dizer - vocês não estão sós. Começou a nascer, a brotar, dessa sociedade fantástica, uma rede de solidariedade inimaginável, linda, incrível, inesquecível, por todos os lados; independente das crenças, espíritas, católicos, evangélicos, de todos lados, independente de afinidade política, independente de orientações sexuais, independente de qualquer coisa. O bem estava falando mais", disse.
 
Programa

Areia, tijolos, cimento, arames recozidos, ripas e brita foram entregues pela Prefeitura do Recife, por meio do Programa Parceria, para a recuperação do Lar Paulo de Tarso, num investimento de R$ 11,6 mil.
 
Por meio da mobilização de diversas pessoas e organizações, foram reformados 17 ambientes do Lar Paulo de Tarso, com a participação de 20 arquitetos e decoradores. 
 
A nova casa passou por reforma e foi ampliada, ganhando um primeiro andar na parte de trás na área administrativa.
 
Os três quartos estão, agora, melhor distribuídos, com projeto arquitetônico mais adequado para uma casa de acolhimento infantil.
 
O local conta com jardim, playground, brinquedoteca, sala de estar e TV, refeitório, quartos, sala de estudos, cozinha e lavanderia. Nas próximas semanas, as crianças irão retornar ao espaço.

História
 
O lar foi fundado em 27 de maio de 1991. Tem como razão de existir o acolhimento, de forma integral, de crianças e adolescentes em situação de risco social de alta complexidade.

O Paulo de Tarso atua por uma sociedade fraterna e espiritualizada. Atualmente, atende a 14 crianças, com idades entre 2 e 10 anos.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL