Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local
Crise Sindicato dos Médicos reúne-se com profissionais da UPA da Caxangá Dos 25 médicos da unidade de saúde, vinte e um pediram demissão

Publicado em: 21/09/2015 08:07 Atualizado em:

O Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe) reúne-se, nesta segunda-feira, com os médicos da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Caxangá. Dos 25 profissionais que atuam na unidade, vinte e um pedram demissão. A decisão foi tomada após o anúncio de uma nova redução no número de profissionais da unidade de saúde. Os médicos demunciam ainda a queda no volume de compras de itens utilizados no atendimento.

Informados sobre os novos desligamentos, os médicos ficaram revoltados diante da sobrecarga, associada à limitação do atendimento devido à baixa nos utensílios de atendimento básico, intermediário e de urgência. De acordo com o anúncio, o atendimento seria limitado a casos de emergência, considerados graves.


Na manhã desta segunda-feira, o clima é de aparente tranquilidade na UPA, já que os médicos demissionários ainda estariam atuando, em cumprimento ao aviso prévio de 30 dias.Localizada nas imediações na BR-101 Sul, a unidade atende pacientes dos municpipios de REcife, Camaragibe, São Lourenço da Mata, Abre e Lima e Paulista, muitos deles de alta complexidade.

 

 



Músico vence limitações do distanciamento social oferecendo shows particulares por encomenda
Destaques da semana: caso Miguel, Decotelli fora do MEC e retorno do Campeonato Pernambucano vetado
Inscrições para o Vestibular 2020.2 da Unicap vão até 15 de julho
Um mês sem Miguel : tudo que fazia era por ele, diz Mirtes
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco