Esclarecimento Luis Miranda terá que se explicar ao DEM após denúncia de golpes nos EUA

Por: Correio Braziliense

Publicado em: 09/09/2019 20:06 Atualizado em:

Foto: Divulgação/Democratas (Foto: Divulgação/Democratas)
Foto: Divulgação/Democratas
Acusado de aplicar golpes milionários nos Estados Unidos, o deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) terá que dar explicações à Executiva Nacional do partido. Depois de se reunir nesta segunda-feira (9), a legenda fez um requerimento formal ao parlamentar e a expectativa é que uma conversa entre Miranda e dirigentes do DEM ocorra até a próxima quarta (11), em Brasília.

O partido afirmou em nota que vai "continuar acompanhando os desdobramentos do caso" e fará análise sobre a necessidade de abrir processo disciplinar interno contra Miranda. Nesses casos, há um rito que deve ser seguido, estipulando prazos para explicações e detalhamentos em casos semelhantes.

Supostas vítimas de Luis Miranda dizem que o deputado aplicava golpes em supostos sócios que investissem capital em uma empresa nos Estados Unidos. Reportagem do Fantástico, da TV Globo, conversou com 25 pessoas que afirmam ter tido perdas financeiras após envolvimento com Miranda. O deputado nega as acusações.

Ao todo, 250 pessoas teriam sido lesadas pelo parlamentar com prejuízo estimado em mais de R$ 9 milhões. Como argumento, as supostas vítimas dizem que o investimento oferecido não rendeu o retorno esperado. O deputado diz que tudo está sendo pago no devido tempo, rechaçando a possibilidade de calote.

Luis Miranda foi eleito em primeiro turno com 65.107 votos (4,52% do total de votos válidos) no primeiro turno das eleições de 2018. No mês passado, a Justiça determinou que Miranda entregasse seu passaporte, desdobramento de um processo movido contra o deputado em 2011. 

O deputado Luis Miranda (DEM-DF) disse ao Correio que "não tem o que explicar" e classificou a reportagem do Fantástico como "tendenciosa". 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.