Pernambuco.com
Pernambuco.com
Tributo Agente Bruno, cão farejador que desvendou crime, é homenageado em São Paulo Diante das provas fornecidas pelo "agente" Bruno, o criminoso, que trabalhava no local, confessou o crime

Por: Correio Braziliense

Publicado em: 13/05/2015 10:34 Atualizado em:

 (Foto: Nelo Rodolfo/Divulgação)


Um cãozinho da raça bloodhound foi homenageado na Câmara Municipal de São Paulo na noite desta terça-feira (12/5). Conhecido como "agente" Bruno, o farejador – que trabalha com a Polícia Civil – recebeu a homenagem porque ajudou a desvendar o assassinato do executivo americano David Benjamin Sommer, em janeiro.

Os investigadores suspeitavam que a vítima tinha passado em uma casa de prostituição antes de morrer. Ao chegar ao local, o cão farejou o sangue do americano. Diante das provas, o criminoso, que trabalhava no local, confessou o crime. O corpo do executivo foi encontrado uma semana depois do desaparecimento às margens da Rodovia Imigrantes. O "agente" desvendou outros casos de desaparecimento e deve se aposentar em breve. 

De acordo com o vereador Nelo Rodolfo, autor da homenagem, a ideia era chamar a atenção para duas situações que ocorrem em São Paulo: o número elevado de cães considerados ferozes que estão num setor de isolamento do Centro de Controle de Zoonoses e a falta de regulamentação da profissão do adestrador. "A homenagem a cães policiais é mais frequente nos Estados Unidos e queremos trazer essa tradição para cá", disse.


TAGS:
Rhaldney Santos entrevista o candidato à prefeitura do Recife Coronel Feitosa (PSC)
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #162 Anelídeos: segmentação corporal e parapódios
De 1 a 5: Dicas para a sua bicicleta ser seu transporte diário
Ministério da Saúde autoriza volta parcial da torcida na Série A
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco