Diario de Pernambuco
Busca

BOLSONARO NA PAULISTA

Freixo: Bolsonaro produziu provas contra si ao dizer que sabia da minuta golpista

Políticos alegam o conhecimento de Jair Bolsonaro sobre a "minuta do golpe", que está sendo investigada pela Polícia Federal

Publicado em: 25/02/2024 17:14 | Atualizado em: 25/02/2024 18:22

 (Foto: NELSON ALMEIDA / AFP
)
Foto: NELSON ALMEIDA / AFP

 

O presidente da Embratur (Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo), Marcelo Freixo, criticou o ato feito pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) na Avenida Paulista, em São Paulo (SP), neste domingo (25/2). Para ele, assim como para outros políticos, o ex-presidente produziu ''provas contra si mesmo'' ao assumir que sabia da minuta golpista, que está sendo investigada pela Polícia Federal (PF).

 

'Na Paulista, Bolsonaro produziu provas contra si ao reconhecer que tinha conhecimento da minuta do decreto que previa a prisão ilegal e injustificada de Alexandre de Moraes e o adiamento das eleições, a famosa minuta do golpe, que ele editou, conforme afirmam as investigações'', disse.

 

Jair Bolsonaro convocou a manifestação em meio ao avanço das investigações da Polícia Federal sobre suposto plano de golpe de Estado elaborado por ele e aliados.

 

 

 

O pré-candidato à Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), deputado federal Rogério Correia (PT-MG) também pontuou o conhecimento de Jair Bolsonaro sobre a minuta golpistas. Em suas redes sociais, o parlamentar afirmou que o documento não é legal. Correia acredita que ''a prisão está cada vez mais certa'' para o ex-presidente.

 

''Bolsonaro admitiu a existência da minuta do golpe e disse que o conteúdo do documento é absolutamente legal , o que é mentira, pois fala até em prender ministro do STF e anular resultado eleitoral. E ainda pediu anistia, ou seja, reconhece que cometeu crime. Sempre soube que o energúmeno tem língua solta, mas fazer tanta prova contra si é muita burrice. A prisão está cada vez mais certa pelas provas e confissões públicas'', disse.

 

Na mesma temática, o deputado federal Lindbergh Farias (PT-RJ) usou as redes sociais para afirmar que o ex-presidente sabia da existência da minuta golpista. Para ele, Jair Bolsonaro fez uma ''pirotecnia retórica'' para justificar a existência do documento.

 

''Bolsonaro admite minuta do golpe e tenta pirotecnia retórica pra se justificar. Não conseguiu. Prisão de Moraes? Convocação de novas eleições? Nada disso é constitucional. Pra terminar, implorou anistia aos golpistas, inclusive pra si. Não adianta. O destino é certo: BOLSONARO PRESO'', disse.

 

As informações são do Estado de Minas.

 

Tags: bolsonaro | ato |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL