Diario de Pernambuco
Busca

FIG 2024

Impasse com Prefeitura de Garanhuns faz Governo do Estado deixar co-realização do FIG 2024

Governo do Estado foi "pego de surpresa" por programação divulgada pela Prefeitura de Garanhuns

Publicado em: 02/04/2024 19:50 | Atualizado em: 02/04/2024 21:35

O FIG é comumente realizado em parceria entre estado e município. (Foto: Hanna Carvalho - Secult -PE / FUNDARPE

)
O FIG é comumente realizado em parceria entre estado e município. (Foto: Hanna Carvalho - Secult -PE / FUNDARPE )

 

O Governo do Estado está fora da realização do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG) de 2024. Foi o que confirmou a Secretária de Cultura, Cacau de Paula, e a presidente da Fundarpe (Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco), Renata Borba, em entrevista ao Diario, nesta terça-feira (2).

 

Após apresentarem um 'linha do tempo' acerca dos debates entre o Governo e a Prefeitura de Garanhuns, que, segundo as representantes, foi repleta de desencontros por parte do município, o estado demonstrou surpresa em relação a divulgação da programação que saiu também nesta terça.

 

Segundo a presidente da Fundarpe, houve uma desentendimento desde o começo das negociações para a nova edição, quando a prefeitura atropelou divulgação de editais e até de artistas que fariam parte da grade do evento. Ao tentar repetir a correalização comumente feita nos últimos anos, entre município e estado, a prefeitura apresentou uma proposta que excluía a Fundarpe do Polo Mestre Dominguinhos, palco principal do festival. Além disso, o governo ocuparia os demais polos somente após futuros alinhamentos com a Prefeitura.

 

As representantes confirmaram que, após o estado pedir cópias de contratos do que já estava acertado pelo município, em busca de negociar uma nova proposta, a Prefeitura de Garanhuns deixou as negociações e silenciou os diálogos.

 

De acordo com Renata Borba, a grade divulgada pela prefeitura não contou com um edital nacional, responsável pela convocação de artistas de todo o Brasil e pareceres técnicos que justificassem a presença das atrações no evento. "A gente ficou realmente supreso, lamentou muito a situação, pois isso não é construção", comentou a presidente, assegurando que ações já realizadas pelo estado, como acerto de licitações, não serão perdidas, e sim aproveitadas para outros eventos realizados pelo estado.

 

Secretária de Cultura, Cacau de Paula (esquerda) e a presidente da Fundarpe, Renata Borba, em entrevista ao Diario. (Priscilla Melo/DP Foto)
Secretária de Cultura, Cacau de Paula (esquerda) e a presidente da Fundarpe, Renata Borba, em entrevista ao Diario. (Priscilla Melo/DP Foto)

 

"A ideia era co-realizar, ser parceiro, e não está havendo uma correalização", reforçou a secretária Cacau de Paula, que lembrou dos 31 anos da parceria entre estado e município para a realização do festival. "Enquanto Estado, a gente não faz nenhum evento em nenhuma cidade sem anuência da prefeitura. Mas do jeito que foi, não fizemos parte", comentou.

 

Por isso, este ano, a Fundarpe entrará apenas como patrocinadora do evento, o que, por ora, não está previsto para acontecer nas edições seguintes do festival. Para o novo direcionamento dos R$ 17 milhões previstos pela Lei Orçamentária Anual (LOA) para o FIG de 2024, ainda não há certeza.

 

Uma das possibilidades é "condicionar" os recursos para artistas convocados por editais locais, realizados pelo estado, ainda no objetivo de fortalecer a cultura pernambucana. Há a noção de que o FIG é insubstituível, mas não é descartada a realização de novos eventos culturais realizados pelo estado em parceria com outras prefeituras, como meio de alocar a verba.

 

Apesar de todo o impasse, o Governo não vê a saída do estado do papel de co-realizador como uma decisão política. A atitude, assegurou a secretária, foi motivada apenas pela impossibilidade da negociação cultural e de uma parceria onde deveria ser fomentada a participação local, marca do Festival de Inverno de Garanhuns.

 

Por fim, o Governo do Estado assegurou que ainda está aberto para novos diálogos sobre a realização do FIG e que o canal com a prefeitura de Garanhuns se mantém aberto.

 

GARANHUS DIVULGA PARTE DA PROGRAMAÇÃO DO FESTIVAL DE INVERNO

 

Na manhã desta terça, durante uma coletiva de imprensa, o prefeito do município, Sivaldo Albino (PSB), divulgou mais uma lista de nomes para o FIG.

 

A divulgação surpreendeu o Governo do Estado, que deixou a correalização do festival. A última nota divulgada pelo município afirmou que a Fundarpe tinha "um aparente objetivo de utilizar a mídia para criar uma polarização", acusação rebatida pelo estado, que reforçou a saída da gestão municipal das negociações.

 

O município assegurou a data de realização divulgada anteriormente, de 11 a 28 de julho, com exceção dos dias 15, 16, 22 e 23.

 

QUINTA-FEIRA (11/07)

 

14 BIS

ROUPA NOVA

 

SEXTA-FEIRA (12/07)

 

JOANNA

JOSÉ AUGUSTO

 

SÁBADO (13/07)

 

YAHOO

JOÃO BOSCO

RITCHIE

BIQUÍNI CAVADÃO

 

DOMINGO (14/07)

 

BANDA EVA

MARGARETH MENEZES

 

QUARTA-FEIRA (17/07)

 

CONDE SÓ BREGA

RAPHAELA SANTOS

PABLO

 

QUINTA-FEIRA (18/07)

 

TONI GARRIDO

BARÃO VERMELHO

OS PARALAMAS DO SUCESSO

 

SEXTA-FEIRA (19/07)

 

KELL SMITH

MARIA GADÚ

ANA CAROLINA

 

SÁBADO (20/07)

 

PAULO RICARDO

SAMUEL ROSA

PITTY

 

DOMINGO (21/07)

 

ART POPULAR

FUNDO DE QUINTAL

PÉRICLES

 

QUARTA-FEIRA (24/07)

 

MAGNÍFICOS

DORGIVAL DANTAS

NATTAN

 

QUINTA-FEIRA (25/07)

 

WALLAS ARRAIS

TRIBO DE JAH

EDSON GOMES

 

SEXTA-FEIRA (26/07)

 

WIU

TETO

HUNGRIA

 

SÁBADO (27/07)

 

ZÉLIA DUNCAN

ANAVITÓRIA

JOTA QUEST 

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL