Diario de Pernambuco
Busca

TEATRO

Comédia musical Gonzaguinhas retorna aos palcos em apresentação única

Obra que conta a história de sete irmãs cantoras será encenada neste domingo (17), no Teatro Luiz Mendonça, em Boa Viagem

Publicado em: 14/03/2024 12:38 | Atualizado em: 15/03/2024 06:21

As riquezas, tradições e ritmos da cultura nordestina são o pano de fundo de ''Gonzaguinhas'' (Jéssica Viana)
As riquezas, tradições e ritmos da cultura nordestina são o pano de fundo de ''Gonzaguinhas'' (Jéssica Viana)
As riquezas, tradições e ritmos da cultura nordestina são o pano de fundo da comédia musical “Gonzaguinhas”, que tem dramaturgia e encenação assinadas pelo diretor Emmanuel Matheus e adaptação dramatúrgica de Ubirajara Rodrigues. A peça volta a ser encenada neste domingo (17), no Teatro Luiz Mendonça, no Parque Dona Lindu, Zona Sul do Recife, às 19h.

“Gonzaguinhas” conta a história de sete irmãs cantoras de Bodocó, cidade do Sertão pernambucano, que recebem a ordem da mãe para seguirem o sonho de serem artistas famosas na cidade grande. A jornada de Januária, Coralinda, Odélia, Odete, Luziane, Ester e Lucupira até o Recife é longa e feita a pé com muita música, dúvidas, perigos e esperança alimentada pelo trunfo que carregam: são filhas de Luiz Gonzaga.

Além das irmãs, que são bem diferentes entre si e carregam características diversas da mulher nordestina, o público conhecerá outros personagens que pretendem ajudar e também atrapalhar o objetivo delas, entre eles, os irmãos Cosme e Damião, fugitivos jurados de morte pelo perigoso bando de vilões de Zé de Sete Palmos; Michael e Madonna da Silva, dupla da cidade de Moreilândia que também persegue o sonho de viver de arte e o produtor musical Epaminondas.

A imersão no clima de seca e religiosidade é fortalecida pelo repertório musical. Foram compostas músicas e arranjos originais para o espetáculo, assinados pelo diretor Emmanuel Matheus, pela diretora musical Gabriela Melo e pelo produtor musical Lucas Crasto.

“O espetáculo foi criado para o grupo Dose Humana, do colégio Marista São Luís. Sua primeira versão nasceu do meu grande amor pelo Nordeste e sua cultura e a obra seria apresentada em outro estado representando Pernambuco, então nada mais justo que criar um musical colocando o forró, em detalhe maior, e o rei do baião Luiz Gonzaga como ponta pé inicial para o espetáculo”, explica Emmanuel.

A peca nasceu como um esquete de 30 minutos, e em 2022, foi apresentada em Natal, em seguida no Recife, tendo três apresentações de grande sucesso. “Em 2023, começamos as preparações para a nova versão, que ganhou mais uma hora e meia, e teve adição de mais de quatro novos personagens. Tivemos um processo de preparação vocal e, de fato, Gonzaguinhas se transforma em um musical”, finaliza Emmanuel.

Estão no elenco os atores: Letícia Rocha, Thais Neves, Arthur Cardoso, Gabriela Barbosa, Maju Fonseca, Veronica Cristina, Davi Pithon, Yasmin Lima, Letícia Andrade, João Tavares, Tom Barros, Beatriz Siqueira, Thiago Augusto, Victória Cavalcanti, Larissa Barros e Bira Rodrigues.

FICHA TÉCNICA
Direção e dramaturgia: Emmanuel Matheus
Produção: Juliana Couto
Assistente de Direção e Direção musical: Gabriela Melo
Produção Musical e Arranjos: Lucas Crasto
Figurino: Emmanuel Matheus e Juliana Couto
Execução de Juliana Couto e Adenilda Márcia
Iluminação: Cleison Ramos pelo Farol Atelier
Sonoplastia: Emmanuel Matheus
Cenografia: Emmanuel Matheus e Juliana Couto
Arte: Arthur Cardoso

Serviço:

Gonzaguinhas
Quando: 17 de março
Onde: Teatro Luiz Mendonça, às 19h
Quanto: R$ 35, no Instagram @aconstrucaodoator

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL