Diario de Pernambuco
Busca

CINEMA

Filme ''Grande Sertão'', de Guel Arraes, divulga cartaz oficial

Adaptação do clássico ''Grande Sertão: Veredas'', do escritor João Guimarães Rosa, o longa tem estreia definida para o dia 30 de maio

Publicado em: 26/02/2024 12:54 | Atualizado em: 26/02/2024 13:23

Luisa Arraes (Diadorim) e Caio Blat (Riobaldo)  (Gustavo Hadba)
Luisa Arraes (Diadorim) e Caio Blat (Riobaldo) (Gustavo Hadba)
Com estreia marcada para o dia 30 de maio, o filme "Grande Sertão", dirigido por Guel Arraes ("O Auto da Compadecida" e "Lisbela e o Prisioneiro"), que também assina o roteiro com Jorge Furtado, divulgou seu cartaz oficial.
 
 
Adaptação do clássico romance "Grande Sertão: Veredas", do escritor mineiro João Guimarães Rosa, o longa, estrelado por Caio Blat (Riobaldo) e Luisa Arraes (Diadorim), é produzido por Manoel Rangel, Egisto Betti e Heitor Dhalia, e transpõe o universo da violência dos jagunços do Sertão para o território das organizações criminosas de uma periferia urbana, cercada por muros gigantescos, em um tempo indeterminado.
 
A história, narrada em tom épico, segue a trajetória de Riobaldo, professor que ingressou no bando por amor a Diadorim. No elenco, grandes nomes como Rodrigo Lombardi (Joca Ramiro), Luiz Miranda (Zé Bebelo), Eduardo Sterblitch (Hermógenes), Mariana Nunes (Otacília) e Luellen de Castro (Nhorinhá).
 
Exibido na 27ª edição do Tallinn Black Nights Film Festival (PÖFF), na Estônia, em novembro de 2023, o longa recebeu o prêmio de melhor direção, na categoria Critic's Picks.
 
O filme é produzido pela Paranoïd Filmes em coprodução com a Globo Filmes e tem distribuição da Paris Filmes.

Sinopse 

Numa grande comunidade da periferia brasileira chamada "Grande Sertão", a luta entre policiais e bandidos assume ares de guerra e traz à tona questões como lealdade, vida e morte, amor e coragem, Deus e o diabo. Riobaldo entra para o crime por amor a Diadorim, mas nunca tem a coragem de revelar sua paixão.
 
A identidade de Diadorim é um mistério para Riobaldo, que lida com escolhas morais e dilemas éticos, enquanto busca entender seu lugar no mundo e sua própria natureza. Nesse percurso transcorre as batalhas e escaramuças da grande guerra do Sertão.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL