Diario de Pernambuco
Busca

RECIFE

Cinema São Luiz poderá ser reaberto em seis meses

Primeira visita técnica da empresa contratada para realizar a restauração do forro de gesso decorado do espaço já foi realizada

Publicado em: 27/02/2024 16:20 | Atualizado em: 27/02/2024 16:57

Cinema São Luiz (Foto: Jan Ribeiro/ Secult PE - Fundarpe)
Cinema São Luiz (Foto: Jan Ribeiro/ Secult PE - Fundarpe)
Fechado desde 2022, o Cinema São Luiz, no Centro do Recife, recebeu a primeira visita técnica da empresa contratada para realizar a restauração do forro de gesso decorado. O prazo estimado para a conclusão da obra é de seis meses. Após esta etapa, mesmo ainda previstas mais melhorias, a sala já estará pronta para receber o público, segundo a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe).

Na última semana os representantes da empresa contratada fizeram os primeiros testes com equipamentos tecnológicos empregados atualmente na análise técnica de restauração. Antonio Sarasá, conservador e restaurador do Estúdio Sarasá, a arquiteta Madga Rosa, coordenadora, e Matheus Almeida, gestor do Patrimônio Cultural da obra, foram recebidos pelo diretor de Obras e Projetos Especiais da Fundarpe, Frederico Almeida.

"Chegamos à etapa de restauração do forro, que permitirá reabrirmos, o mais breve possível, o Cinema São Luiz", celebrou Almeida. "O restauro vai tirar o perigo, motivo de a sala estar interditada, e vamos conseguir fazer projeções", disse.

Ainda segundo o diretor, serão necessárias na edificação melhorias de acessibilidade, instalação de elevador para visitação e banheiros acessíveis.
 
"Isso deve acontecer também com recursos da Lei Paulo Gustavo (LPG), que está financiando esta obra. Conseguimos contratar uma empresa capaz, que veio devidamente equipada para fazer o melhor possível para este forro. Tivemos um grande êxito com essa licitação. A partir de agora temos um prazo de seis meses para a conclusão da obra", explicou.

Para Antonio Sarasá, a fase que teve início na semana passada é a mais importante. "Vamos entender as técnicas construtivas, o que nosso mestre, que é o edifício, vai nos contar. Estamos aqui com várias tecnologias para registrar, tanto em escaneamento 3D quanto em microscopia, para entendermos o que aconteceu com a edificação", afirmou. 
 
 (Foto: Eduardo Cunha
)
Foto: Eduardo Cunha


O processo consiste, de acordo com o restaurados, em compatibilizar essa análise com os projetos para que seja efetuado o trabalho. "Este é um momento muito importante, em que edifício conta sua história, o que aconteceu, o que foi danificado. É muito importante para absorvermos esse conhecimento que ele está nos apresentando", disse.

A obra é dividida em duas fases: a primeira, de limpeza e higienização das pinturas que permaneceram; e depois a de consolidação, da busca das formas para reproduzir o material em gesso em sua forma original. 

"O restauro agrega valor histórico e cultural. Além da forma vamos buscar e divulgar os valores simbólicos que tem o Cine São Luiz", destacou. "Por isso que as pessoas se apaixonam e têm essa relação de pertencimento tão grande. E por isso esse nosso cuidado de sempre estar aqui como aprendiz, para aprender com esta grande obra, este grande monumento".
 
Monumento histórico
 
Inaugurado no dia 6 de setembro de 1952 e situado às margens do Rio Capibaribe, na cabeceira da mais moderna ponte da cidade à época, a Ponte Duarte Coelho, o Cinema São Luiz tornou-se um dos mais emblemáticos cinemas do Recife, prezando por essa arte em sua concepção clássica, com exibição em cine-teatro. Atualmente, é o de mais rica concepção artística e arquitetônica do Recife e um dos últimos cinemas de rua do Brasil. Em 2008, o prédio foi tombado como monumento histórico pelo Governo do Estado.

Em julho de 2022, o São Luiz foi fechado para a implantação de um novo sistema de refrigeração, correção de problemas de vazamento de cobertura e redimensionamento das suas instalações elétricas. Após chuvas torrenciais ocorridas no Recife em fevereiro de 2023, o equipamento precisou ser totalmente interditado por medida de segurança.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL