Diario de Pernambuco
Busca

MÚSICA

Janeiro de Grandes Espetáculos traz lançamento de novo álbum de Dalva Torres

Cantora pernambucana celebra nesta terça-feira (23) a diversidade de sua trajetória com o disco 'A Leveza Nua da Hora', no Teatro Santa Isabel, às 20h

Publicado em: 22/01/2024 15:20 | Atualizado em: 22/01/2024 16:02

No projeto, Dalva explora uma variedade de estilos, incluindo valsas, bolero, choro, guarânias e samba-canção (Divulgação)
No projeto, Dalva explora uma variedade de estilos, incluindo valsas, bolero, choro, guarânias e samba-canção (Divulgação)
Considerada 'Diva do Chorinho', a cantora pernambucana Dalva Torres faz nesta terça (23), no Teatro Santa Isabel, às 20h, o lançamento de seu mais novo álbum 'A Leveza Nua das Horas', com produção artística do cantor e compositor Gonzaga Leal e várias canções e distintas gerações e gêneros musicais que fazem parte da trajetória e sentimentos da artista. Com composição de Juliano Holanda, a canção que dá título ao disco reflete essas diversidades da história dela e sua felicidade nas realizações na música.
 
Católica praticante, Dalva revela a influência constante da sua fé através do restante do repertório, que passa por 'Vida de Artista', de Suely Costa, e 'Diz nos Meus Olhos', de Guerra Peixe. A apresentação também produzida por Gonzaga acontece como parte da programação do Jeneiro de Grandes Espetáculos e acrescenta canções às faixas do álbum, com direito a fotografias da cantora de todas as épocas.

“Foram as letras que foram me guiando no sentido da escolha das canções que Gonzaga me trazia e que eu também ia buscar. Além da canção do meu pai, tem no disco a música Cinema Mudo, que me lançou como artista. Então é um disco que eu canto com toda emoção, com muita interpretação, porque todas as músicas estão muito inseridas no contexto de minha vida”, afirma Dalva. "Há muito tempo queria fazer esse disco. Estava na minha cabeça, só estava esperando a oportunidade. Fui juntando os recursos e disse: vou fazer", completa.

Neste projeto, a artista explora uma variedade de estilos musicais, incluindo valsas, bolero, choro, guarânias e samba-canção. Com o lançamento de 'A Leveza Nua das Horas', Dalva Torres celebra um marco notável de seus 82 anos de idade dedicados em grande maioria à música. A obra não apenas é uma revisão dessa jornada, mas também destaca sua perseverança e paixão contínuas pela expressão artística.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL