Diario de Pernambuco
Busca

MÚSICA

Coco Raízes de Arcoverde lança tributo ao mestre Lula Calixto

Segunda música do álbum mais recente celebra legado do irmão de Assis Calixto, Patrimônio Vivo de Pernambuco

Publicado em: 06/12/2023 14:19

 (Crédito: Divulgação)
Crédito: Divulgação
O Coco Raízes de Arcoverde dá continuidade ao lançamento das músicas do quarto álbum da história. A nova faixa que já está disponível nas plataformas digitais (ouça aqui) é a “Cantando Coco”, título do disco. A canção é uma homenagem ao legado que o mestre Lula Calixto (in memorian) deixou para os grupos da cultura popular pernambucana, sobretudo para o povo da cidade de Arcoverde, no sertão de Pernambuco.

A composição da “Cantando Coco” é do mestre Assis Calixto, que compartilha lembranças do seu irmão Lula Calixto. A música é cantada por Kell Calixto, integrante do grupo. Já a capa tem a autoria do artista Marcelo Stuart.

“Nessa música recordamos do tempo que Lula Calixto se dedicou aos ensaios que fazia com uma caixinha de som pequena no Alto do Cruzeiro, onde fica a nossa sede. A gente fez essa canção justamente para resgatar todo o trabalho realizado pelo meu irmão em prol da arte pernambucana e da cultura arcoverdense”, conta Assis Calixto, Patrimônio Vivo de Pernambuco.  
 
 (Crédito: Divulgação)
Crédito: Divulgação
 
Assis Calixto também destaca que entre as lembranças trazidas na canção está o início do Coco Raízes de Arcoverde. “Na época em que fazíamos os ensaios com a caixinha de som, a gente ainda nem havia batizado o nome do Coco Raízes de Arcoverde. Então toda essa história faz parte da música ‘Cantando Coco’, que foi inspirada nos trabalhos do nosso mestre Lula Calixto”, acrescenta.

O Coco Raízes de Arcoverde estreou o álbum “Cantando Coco” com o single “A Pena”, lançado em agosto deste ano. Ao todo, o disco conta com 12 faixas, sendo dez inéditas. As músicas ficam divididas em dois volumes, compostos por duas faixas e um combo com quatro canções cada um deles. “Loruá” e “A Caravana Não Morreu”, ambas do primeiro disco, entram como músicas regravadas.  

Em maio, o disco “A Caravana Não Morreu" (2011) foi distribuído nas plataformas digitais. Antes disso, os outros álbuns também foram publicados no mundo virtual — Coco Raízes de Arcoverde (2000) e Godê Pavão (2003) — em janeiro e abril deste ano, respectivamente.

Cantando Coco
A gravação aconteceu em setembro de 2022, quando o grupo realizou uma turnê por São Paulo, fazendo shows e oficinas em Pinheiros e Itaquera, ambos na capital paulista, e na cidade de Sorocaba, no interior. A circulação foi viabilizada pelo Sesc, com apoio também da Associação Ação Periférica de Sorocaba.

O processo de construção do álbum foi realizado por meio da Gravadora Experimental, da Faculdade de Tecnologia do Estado (Fatec) Tatuí, localizada na região de Sorocaba. O projeto integrou estudantes e professores do curso de produção fonográfica. Na ocasião, foram disponibilizados gratuitamente equipamentos e profissionais para a gravação.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL