Diario de Pernambuco
Busca

MUSICOTERAPIA

Como em 'Stranger things', música preferida mexe com o cérebro e a memória

Publicado em: 21/07/2022 21:06

 (Foto: Reprodução/Twitter @strangertbr)
Foto: Reprodução/Twitter @strangertbr
A quarta temporada de Stranger things foi um sucesso na Netflix e nas redes sociais, e conseguiu até mesmo alavancar a música dos anos 80 Running up that hill, de Kate Bush, para o topo das paradas de músicas mundiais. Na série, a música ajuda a personagem Max (Sadie Sink) a lutar contra o vilão Vecna, sob a justificativa de que a canção favorita da personagem alcança partes específicas do cérebro e quebra a conexão mental com o vilão.

Mas o poder causado por Kate Bush em Max pode ocorrer também na vida real? Pesquisadores da Universidade de Northeastern, nos Estados Unidos, dizem que sim.

“Há algo na música que é essa conectividade funcional entre o sistema auditivo e de recompensa, e é por isso que a música é tão especial, e é capaz de explorar essas funções cognitivas aparentemente muito gerais que de repente estão muito envolvidas em pessoas com demência que estão ouvindo música”, explica Psyche Loui, uma das autoras do estudo.

No trabalho — publicado na revista científica Nature's Scientific Reports no dia 7 de julho — os pesquisadores comprovaram que as músicas favoritas de uma pessoa podem ativar o canal direto entre o sistema auditivo do cérebro e o córtex pré-frontal medial, região ligada ao sistema de recompensa, área que comanda a motivação.

Na pesquisa, a equipe multidisciplinar de musicoterapeutas, neurologistas e psiquiatras geriátricos, pediu para um grupo de idosos, com idades entre 54 e 89 anos, que ouvissem uma lista de reprodução de músicas por uma hora todos os dias durante oito semana. Após escutar, eles precisavam registrar sua resposta às canções. 

Além disso, as músicas eram uma combinação de faixas escolhidas pelos próprios participantes e foram pré-determinadas conforme o gosto e familiaridade de cada um deles.

Na sequência, os pesquisadores escaneavam o cérebros dos participantes com uma máquina de ressonância magnética antes e depois das sessões de músicas para medir a resposta neurológica.

A partir das análises, os especialistas concluíram que a música que era familiar e apreciada tendia a ativar mais as áreas auditivas e de recompensa. No entanto, as músicas que os participantes selecionaram forneceram uma conexão ainda mais forte entre essas duas áreas do cérebro.

"Este pode ser o mecanismo central para as mudanças que acontecem no cérebro quando você está ouvindo música e quando você está ouvindo música de forma consistente, persistente e consciente ao longo de uma intervenção”, afirma Loui.

Mais para frente, Loui espera estender seu estudo para adultos mais velhos que têm distúrbios cognitivos e neurodegenerativos, que podem se beneficiar ainda mais dos efeitos da musicoterapia. "Estamos tentando projetar essas novas terapias para aproveitar as propriedades rítmicas da música e as propriedades rítmicas do cérebro e o ajuste das populações neurais em relação aos sinais acústicos da música pode ser útil para melhorar conhecimento", garante.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL

Longas com muita carga agridoce invadem as telas dos cinemas

18/08/2022 às 08h42

O dia em que o Recife parou. E cantou

18/08/2022 às 07h39

Vídeos mostram tumulto nas imediações do Marco Zero durante gravação de DVD de João Gomes

17/08/2022 às 22h06

Rapper americano A Rocky se declara inocente de agressão com arma de fogo

17/08/2022 às 18h51

O longa inspirado em história real estreia dia 30 de setembro deste ano com exclusividade no Apple TV

Apple TV+ lança trailer de Operação Cerveja, estrelado por Zac Efron

17/08/2022 às 17h45

O cantor pernambucano João Gomes grava nesta quarta-feira (17) o primeiro DVD da carreira com participação de grandes nomes da música brasileira

João Gomes leva múltidão ao Marco Zero, no Recife, para gravação de DVD

17/08/2022 às 17h40

O showrunner dá detalhes sobre os dragões da série. A casa do dragão estreia em 21 de agosto, na HBO Max

Dragões de A Casa do Dragão serão mais coloridos e brilhantes que em GoT

17/08/2022 às 16h22

A emissora RedeTV! processou a humorista Tatá Werneck após ela fazer uma piada durante o Prêmio Multishow de 2020

Tatá Werneck ganha processo da RedeTV! após piada com baixo orçamento

17/08/2022 às 15h20

Núcleo de Experimentações em Teatro do Oprimido comemora uma década de existência

Celebrando 10 anos, Nexto-PE promove corrida entre salário mínimo e custo de vida em videoarte

17/08/2022 às 14h40

Laboratório para curtas-metragens CurtaLab abre inscrições gratuitas para 2ª edição

17/08/2022 às 14h31

Paramore e Billie Eilish podem se apresentar no Lollapalooza 2023

17/08/2022 às 12h48

Panic! At The Disco lança o clipe de 'Don't let the light go out'

17/08/2022 às 12h14

Ex-BBB Danrley Ferreira relata racismo em abordagem de guardas do RJ

17/08/2022 às 12h05

Luísa Sonza falou sobre a turnê nas redes sociais -

Luísa Sonza anuncia nova turnê e promete 'uma experiência incrível!'

17/08/2022 às 11h54

Kali Uchis revela trecho de música inédita nas redes sociais

17/08/2022 às 11h40

Nizo Neto relembra a morte do filho após consumo de ayahuasca

17/08/2022 às 11h31

Pabllo Vittar e Gloria Groove preparam single com temática de terror

17/08/2022 às 11h27

'O senhor dos anéis: Os anéis de poder' ganha horário de estreia

17/08/2022 às 11h14