Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

PREMIAÇÃO

Após MTV Miaw 'esquecer' convite de indicados pretos, web acusa racismo

Publicado em: 29/07/2022 13:30

 (crédito: Cleiby Trevisan/Divulgação)
crédito: Cleiby Trevisan/Divulgação
O prêmio MTV Miaw 2022 foi ao ar nesta quinta-feira (28), mas a cerimônia foi realizada na noite da última terça-feira (26). Durante o evento, influenciadores indicados para as categorias reclamaram da desorganização e alguns deles nem sequer receberam o convite para participar. Com isso, o público percebeu algo em comum: a maioria dessas pessoas são pretas. Logo, a premiação foi acusada de racismo.

Foi o caso da rapper MC Soffia, que concorria na categoria de “Black Star Rising por BET”. Nas redes sociais, ela reclamou da situação: “Todo mundo de pé. Para mim não tem cadeira, para outros artistas tem. Mas tudo bem! Não nasci para estar no camarote, não nasci para estar com todos esses artistas, né? Eu vou para a minha casa”.

Soffia, que voltou para casa antes do fim da premiação, continuou o desabafo: “Para mim chega, acabou. Tem preto que foi indicado e nem convite ganhou. A gente tem que abrir a boca porque calada não vence”. Em um compilado de seus Stories, ela compartilhou o vídeo nas redes sociais e escreveu: "Ontem, Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha.. Hoje, isso!".

Mas a rapper não foi a única a reclamar da premiação. Teve também a vencedora da categoria “Black Star Rising por BET”, Ramana Borba, que contou sobre a situação. "Gente, tô sem palavras para o que aconteceu! Eu ganhei o MTV Miaw e não tinha lugar pra mim lá na premiação. Escolhi não passar no Pink Carpet por isso”, declarou.

Também sem convite, Rízia Siqueira, concorria ao troféu na mesma categoria que Soffia. “E eu que fui indicada para o MTV Miaw e não fui convidada kkkkkk A POBI FICOU FELIZ DA VIDA JURANDO QUE IA POSTAR LOOK BEM BLOGUEIRA DANDO CLOSE”, escreveu.

No desabafo da ex-BBB 19, o influenciador e homem trans, Stefan Costa, comentou: “Partilho do mesmo sentimento, também não fui convidado. O look estava pronto”.

A influenciadora Luciene Santos, conhecida como “Sapa Vegana” também estava indicada na categoria “Saúde Tá OK”. No entanto, ela ressaltou que ficou frustrada com a premiação. “Eu também, jurei que, com a indicação, receberia o convite. Estou esperando até agora”, escreveu.

Várias pessoas nas redes sociais criticaram a “seletividade” do prêmio para a lista de convidados. Internautas acusaram a premiação de racismo.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Manhã na Clube: entrevistas com dr. Heitor Medeiros e André Navarrete (Innovation Meeting)
Em busca de água, indígenas brasileiros encontram novo lar
Manhã na Clube: entrevista com Carlos Veras (PT), deputado federal
China executa maiores exercícios militares em décadas
Grupo Diario de Pernambuco