Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

AUDIOVISUAL

Videodança 'Corpo Onírico' tem pré-estreia aberta ao público nesta terça (14) no Centro Cultural Brasil-Alemanha

Publicado em: 13/06/2022 11:06

 (Alexandre Salomão assina direção de fotografia de videodança, que começou a ser produzida em 2019. )
Alexandre Salomão assina direção de fotografia de videodança, que começou a ser produzida em 2019.
O bambolê em chamas parece cortar o vento, iluminando a ponte de ferro após uma jovem cavalgar por uma Rua Imperatriz completamente deserta. Essas imagens, de força estética e simbólica, compõem apenas o trecho de abertura da desafiadora videodança Corpo Onírico, um trabalho que se renova em experimentações visuais e que, em cada um dos seus diferentes cenários, é capaz de revelar novas alegorias. Com roteiro e direção da artista de dança Marina Mahmood, a obra audiovisual terá nesta terça-feira (14), a partir das 18h30, sua pré-estreia com duas exibições abertas ao público no Centro Cultural Brasil-Alemanha (CCBA) do Recife, e uma exposição de fotos, vídeos, performance e roda de conversa com membros da equipe de produção.

A produção, através do financiamento do Fundo de Incentivo à Cultura de Pernambuco (Funcultura) e apoio do CCBA, começou em 2019 e teve que ser interrompida por todo o ano pandêmico de 2020. Retomando em 2021, com a equipe ainda apreensiva, mas respeitando todos os protocolos de segurança, o projeto já estava mais amadurecido, tanto em conceito quanto em execução, conforme relata a diretora. "Quando estávamos no processo de criação, trabalhamos muito a partir de palavras que despertam sentimentos na gente: potência, feminino, cuidado, inocência, transe, amor e principalmente liberdade. Fizemos uma pesquisa intensa com o formato da videodança, com a aproximação das linguagens - a dança e a música - e passamos a buscar sensações diferentes em cada uma delas", afirma.

Formada em jornalismo, Marina trabalhou na área até sua necessidade por lidar com o corpo e com a dança gradativamente provocarem sua migração para outro campo. Através de cursos e de parcerias, ela passou a se envolver por completo e descobriu a oportunidade de unir sua bagagem com a fotografia , adquirida no jornalismo, com a sua experiência como dançarina. "Foi um passo muito natural unir as duas coisas que eu gosto tanto. Conheci algumas meninas que também eram da Universidade Federal de Pernambuco e, junto com elas, formei um coletivo com a ideia de dançar com fogo, algo que eu ainda não havia feito. Então, a dança e a imagem juntas fizeram acontecer esse projeto", comenta.

Além da própria Marina compondo o elenco de Corpo onírico, as dançarinas Klarissa Faye, Maria Miranda, Lau Veríssimo e Íris Campos (como dublê) participam das coreografias exuberantes acompanhadas da música original - que mistura batucadas regionais com sons eletrônicos dissonantes - composta por Tomaz Alves Souza e Iezu Kaeru, que também assina a produção. As sequências de coreografia da videodança tornam-se contraposições entre a energia do fogo (a liberdade, da intensidade e anarquia visual) com imagens que procuram a sensação de calmaria através da água, dos movimentos lânguidos dos corpos em contraluz e das transições lentas e estilizadas.

"A personagem principal do filme é como se fosse eu mesma, nessa minha procura por um lugar em que a gente possa se sentir mais completa para existir. Eu sempre enxerguei dois mundos existentes, um interno e um externo - uma sensação de viver o tempo todo nesses dois mundos - e o exterior é tão cheio de opressão que a dança é uma forma de nos devolver essa ideia de força própria, de completude.”

Data: 14 de junho (terça-feira)
Horário: a partir das 18h30
Local: Centro Cultural Brasil-Alemanha (CCBA) - Rua do Sossego, 364 - Boa Vista, Recife
- PE.
Acesso: gratuito
Classificação: na%u0303o recomendado para menores de 14 (catorze) anos
Acessibilidade: audiodescrição na segunda exibição da videodança e debate com
intérprete de libras.
Tempo de duração da videodança: 17 minutos e 7 segundos (17’ 7’’)
*Campanha de doação para vítimas das chuvas: alimentos não perecíveis, água,
materiais de higiene e limpeza, roupas e lençóis.

PROGRAMAÇÃO
18h30: Abertura de exposição de processos com fotografias da videodança
19h: Performance com Marina Mahmood
19h30: Exibição de Corpo Onírico
20h: Exibição de Corpo Onírico com audiodescrição
20h30 – 21h: Debate com a presença de um intérprete de libras
21h – 21h30: Confraternização

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Suspeito de ataque a tiros com seis mortos é detido nos EUA
Manhã na Clube: entrevistas com o pastor Wellington Carneiro e Alexandre Castelano
Planta gigante, prima da vitória-régia, é descoberta em Londres
Manhã na Clube: entrevistas com a deputada estadual Teresa Leitão (PT) e Juliana César
Grupo Diario de Pernambuco