Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

SAÚDE

Filha de Will Smith faz desabafo sobre carreira como modelo

Por: Uai

Publicado em: 29/04/2022 10:15 | Atualizado em: 29/04/2022 10:00

 (Foto: Reprodução/Instagram)
Foto: Reprodução/Instagram
A filha do ator Will Smith, Willow Smith, de 21 anos, fez um desabafo sobre sua carreira como modelo, no último episódio do programa Red table talk, conduzido pela modelo Ireland Baldwin no Facebook Watch.

Na ocasião, a jovem estrela que já representou marcas como Chanel e Marc Jacobs, se queixou do desgaste físico e emocional que a profissão pode trazer.

Lembro-me profundamente de quando comecei a me esforçar muito com a modelagem e trabalhar muito, eu viajava e fazia essas viagens para trabalhar e acordava no dia seguinte e ficava fisicamente doente", destacou Willow, que atualmente se dedica à carreira de cantora.

A filha de Will Smith e Jada Pinkett Smith também relatou um episódio de racismo que viveu, depois de ter que arrumar o seu cabelo sozinha para um desfile de alta costura, pois o cabeleireiro alegou que não sabia trabalhar com penteados de pessoas pretas.

Mesmo com experiência difíceis na profissão, a filha do vencedor do Oscar afirma que tudo mudou em sua visão, após modelar para um desfile para a Fenty x Savage, marca da cantora Rihanna, em meados de 2020.

"Assim que cheguei lá, eu fiquei tipo: 'oh Deus, talvez eu não consiga lidar com isso. Talvez este não seja o meu lugar'. Isso vem da minha insegurança. Mas eu coloquei a lingerie e olhei para mim mesma e disse: 'você vai sair e vai vibrar'", destacou a estrela.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Soldado russo se declara culpado por crime de guerra na Ucrânia
Manhã na Clube: entrevista com Maria Zilá Passo, advogada especialista em direito da saúde
Fechamento de escolas durante pandemia pode gerar prejuízos por décadas no Brasil
Cada vez mais brasileiros procuram a medicina tradicional chinesa
Grupo Diario de Pernambuco