Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

JUSTIÇA

Artista plástico belga Jan Fabre é condenado por assédio sexual

Por: AFP

Publicado em: 29/04/2022 09:00

 (Foto: LOUISA GOULIAMAKI / AFP)
Foto: LOUISA GOULIAMAKI / AFP
Acusado de assédio sexual e atentado ao pudor por parte de bailarinas de sua própria companhia, o artista plástico e coreógrafo belga Jan Fabre foi condenado, nesta sexta-feira (29/4), a 18 meses de prisão com suspensão condicional da pena pelo Tribunal Penal de Ambères.

Durante o julgamento, no fim de março, a Promotoria havia pedido uma pena de três anos de prisão contra esta figura central da arte contemporânea belga. A corte considerou, porém, que parte dos fatos havia prescrito e descartou as acusações de seis das 12 supostas vítimas.

Alvo da onda do #metoo em 2018, Fabre, de 63 anos, foi julgado por violência, humilhação e assédio sexual no trabalho contra 12 ex-funcionárias de sua empresa Troubleyn, além de uma acusação de "atentado ao pudor" contra uma delas.

A condenação de 18 meses está acompanhada de uma suspensão condicional da execução da pena por cinco anos. Neste período, Fabre será privado de seus direitos civis, conforme cópia da sentença enviada à imprensa.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Manhã na Clube: entrevista com Raquel Lyra (PSDB)
Casamento de Lula e Janja: celulares barrados na entrada
Soldado russo se declara culpado por crime de guerra na Ucrânia
Manhã na Clube: entrevista com Maria Zilá Passo, advogada especialista em direito da saúde
Grupo Diario de Pernambuco