Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

PREMIAÇÕES

Globo de Ouro aposta em cerimônia fechada para esconder ano controverso

Publicado em: 08/01/2022 18:23

 (Foto: ROBYN BECK / AFP)
Foto: ROBYN BECK / AFP
Mesmo com um turbulento 2021 e uma nova onda de covid em 2022, o Globo de Ouro segue sem alteração de data e vai revelar os vencedores da edição deste ano. A premiação de televisão e cinema tem como principais destaques os filmes Ataque dos Cães, Amor Sublime Amor e Não olhe para cima e as séries Succession, Round 6 e Ted Lasso. O anúncio está marcado para às 23h deste domingo (9/1), horário de Brasília.

Polêmicas entre os vencedores, acusações de corrupção, indicação de um corpo votante exclusivamente branco e a pandemia nos Estados Unidos. Esses foram alguns dos problemas pelos quais o Globo de Ouro passou durante o ano de 2021. Como consequência a premiação da Associação da Imprensa Estrangeira de Hollywood (HFPA, na sigla em inglês), não será transmitida em 2022. O resultado é que, neste ano, o evento será privado, sem tapete vermelho ou celebridades, com apenas a divulgação das listas dos vencedores de televisão e cinema pelas redes sociais e site oficial da HFPA.

Apesar de toda situação delicada, o Globo de Ouro permanece relevante e oficialmente declara a abertura da temporada de premiações dos Estados Unidos. Os vencedores da premiação podem ser considerados como postulantes a protagonistas nos prêmios seguintes que serão realizados entre os meses de janeiro e fevereiro. Um vencedor na HFPA é com certeza considerado para o Oscar, por exemplo.

A lista que será divulgada pode consagrar nomes que já movimentaram muito a crítica no final de 2021. Ataque dos cães sua diretora Jane Campion e o protagonista Benedict Cumberbatch são boas apostas, assim como o fenômeno Não olhe para cima, que conta com elenco estrelado, e a comédia independente Licorice pizza, muito comentada nos países que já estreou. Amor, sublime amor é um musical que vem forte e tem tradição, já que é uma regravação feita pelo lendário diretor Steven Spielberg, que lá na primeira versão, em 1961, levou tudo na temporada de premiações.

As badaladas atuações de Will Smith, no drama sobre as irmãs tenistas Venus e Serena Williams retratado em King Richard: criando campeãs, e de Kristen Stewart, na representação da princesa Diana em Spencer, também são dois nomes fortes nas categorias de atuação para drama. Enquanto, Andrew Garfield, do musical Tick, tick…boom!, e a estreante e cantora Alana Haim, de Licorice pizza, são nomes a se acompanhar nas categorias de comédia. 

Apesar de ter dividido opiniões na internet, não é de se jogar fora a presença do longa Não olhe para cima entre os indicados de atuação. O filme, que mostra como as pessoas lidam com um meteoro em rota de colisão com a Terra, concorre com nomes do peso de Leonardo DiCaprio e Jennifer Lawrence e corre por fora. Pode pintar uma surpresa até na categoria de Melhor filme em comédia ou musical. Outro título de ficção científica que não pode ser esquecido é Duna, que apesar de não estar disputando atuação é forte na categoria principal de filmes de drama.

Séries
 
Talvez a produção mais popular do Globo de Ouro esteja disputando na categoria de séries. Round 6, o fenômeno coreano de público da Netflix, fura a bolha norte-americana da premiação e tenta abocanhar tanto o principal da noite, Melhor série de drama, quanto as disputas de Melhor ator em drama, com Lee Jung-jae, Melhor ator coadjuvante, com Oh Yeong-su.

Contudo, a favorita absoluta das categorias de seriado em drama é a terceira temporada de Succession. O seriado da HBO que mostra a família bilionária Roy concorre a Melhor Série, duas vezes a Melhor ator e a Melhor atriz e ator coadjuvante, todas como favorito para conquistar. Vale lembrar que Succession já ganhou Melhor série de drama e Melhor ator, com Brian Cox, em 2020, concorrendo pela segunda temporada.

Em comédia, Ted Lasso, sobre o técnico de futebol americano que decide se aventurar no futebol, é ampla favorita. A série, que em 2021 conquistou o prêmio da noite e ainda Melhor ator, pela interpretação de Jason Sudeikis, volta com a mesma potência neste segundo ano mas dessa vez concorre com condição de vitória a quatro categorias, Melhor série, ator, ator coadjuvante e atriz coadjuvante. Hacks, história da comediante em decadência que se associa a uma roteirista cancelada na internet, tenta derrubar a hegemonia, mas deve garantir apenas Melhor atriz com a veterana Jean Smart.

Nas minisséries, Tudo indica que Mare of Easttown, produção de mistério da HBO, deve levar o prêmio principal e Melhor atriz com Kate Winslet. Dopesick pode pintar como surpresa, com Micheal Keaton como postulante ao prêmio de melhor ator, que será disputado com Ewan McGregor, estrela de Halston, e Oscar Isaac, protagonista de Cenas de um casamento.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Objeto na Via Láctea como nada que os astrônomos já viram
Manhã na Clube: entrevistas com Dorgivânia Arraes (CRC-PE) e Fabi Soares, consultora de RH
Manhã na Clube: entrevistas com Augusto Coutinho (Solidariedade) e o psicólogo Carol Costa Júnior
Morre Olavo de Carvalho, considerado guru do bolsonarismo
Grupo Diario de Pernambuco