Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

BBB

Ex-BBB Ariadna relembra capa de jornal transfóbica: 'Passei o dia chorando'

Publicado em: 21/01/2022 19:28

 (Foto: Reprodução/Twitter)
Foto: Reprodução/Twitter
A modelo e influenciadora Ariadna Arantes, de 37 anos, relembrou uma capa de jornal transfóbica publicada em 2011. Ex-participante da 11ª temporada do Big Brother Brasil, ela foi a primeira mulher trans a participar do reality da Rede Globo, e diz ter sofrido vários ataques da mídia na época em que o programa foi exibido.

“Quando alguém falar: Ariadna foi eliminada porque escondeu que era trans… olha o que faziam comigo na época! Apenas uma das milhares de capas de jornais que eu era humilhada”, postou, junto a uma capa do jornal Meia Hora de 18 de janeiro de 2011.

Na capa, uma foto da modelo com a manchete "Ariadna's Coiffeur - Corto cabelo e pinto. Entrada pela frente e pelos fundos". A imagem ainda apresenta outras frases transfóbicas, como "Aí, colega, apara a franjinha e pica atrás, por favor".

As piadas tinham foco em Ariadna ter feito cirurgia de redesignação sexual. "No dia que saiu essa capa de jornal, eu passei o dia chorando. Não quis fazer nada. Me senti um lixo. Me senti a menor pessoa desse mundo. Me questionei: o que fiz da minha vida? Ninguém mais vai me respeitar", disse a modelo.

Ariadna esclareceu que não processou o jornal pela capa. "Não tive forças pra isso. Pra quem não sabe, só ganhei meu primeiro dinheiro depois do BBB um mês depois que o BBB acabou. Enquanto todos os héteros da casa desfilavam e faziam altas campanhas, eu ficava em casa quase que passei fome", disse.

Após a repercussão da publicação, o jornal Meia Hora respondeu Ariadna e se retratou pela capa de 2011. “Pedimos perdão não apenas a Ariadna como a todas e todos agredidos por essa capa de 11 anos atrás. Não tem graça, assim como outras piadas infelizes que,no passado, eram corriqueiras, embora causassem sofrimento. Além de nos envergonhar, não reflete a nossa atual linha editorial”, escreveu o perfil da empresa no Twitter. 


TAGS: transfobia | ariadna | bbb |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Soldado russo se declara culpado por crime de guerra na Ucrânia
Manhã na Clube: entrevista com Maria Zilá Passo, advogada especialista em direito da saúde
Fechamento de escolas durante pandemia pode gerar prejuízos por décadas no Brasil
Cada vez mais brasileiros procuram a medicina tradicional chinesa
Grupo Diario de Pernambuco