Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

REALITY SHOW

BBB22: Rodrigo usa termo 'traveco', é repreendido por colegas e pede desculpas a Linn

Publicado em: 21/01/2022 12:30 | Atualizado em: 21/01/2022 13:01

 (Foto: Reprodução/TV Globo)
Foto: Reprodução/TV Globo
Na noite desta quinta-feira (20/1), Rodrigo Mussi usou o termo pejorativo “traveco” ao relembrar uma história contada por Eliezer mais cedo e foi repreendido por colegas. Ao perceber o erro, o brother foi se desculpar com Linn da Quebrada, que é travesti.

"Porra, Eli, estou tentando dormir, mas estou lembrando do p**** do traveco que você ficou com medo lá, irmão", disse Mussi. Na mesma hora, Vyni o repreendeu. "Hum, traveco não." Maria também alertou o paulista. "É, isso aí já não é uma coisa legal que você está falando."

Percebendo o erro, Rodrigo se justificou falando que não sabia e pediu desculpas. "Pediu desculpas, mudou", disse Vyni. O brother, no entanto, ficou com aquilo na cabeça e não conseguiu dormir, fazendo-o ir para a área externa da casa.

Já na manhã desta sexta-feira (21/1), após ser aconselhado por Pedro Scooby, Rodrigo foi conversar com Linn da Quebrada, e contou que mal conseguiu dormir após o ocorrido. "Você não tem obrigação nenhuma de me dar orientação das coisas, mas, às vezes, eu sinto necessidade. Soltei uma palavra que você tem lugar de fala para me ajudar, orientar. Se você quiser", afirmou revelando o termo usado.

Linn logo aconselhou. "É não usar mais. Se fosse comigo, ia ficar ressabiada ali." "Desculpa", respondeu o brother. "Se algo estiver me deixando desconfortável, eu vou falar. Todo mundo tem lugar de fala, você também tem, é o seu", Linn continuou.

No perfil oficial de Rodrigo, no Twitter, a equipe se pronunciou. "O Rodrigo teve uma fala infeliz e errada nessa madrugada onde ele usa 'traveco'. Viemos por meio deste comunicado, pedir desculpas pela fala do Rodrigo e relembrar que esse TERMO é ofensivo e jamais deve ser usado para se referir a qualquer pessoa trans ou travesti", escreveram os administradores do rapaz.
 
 
Em seguida, a mensagem continua falando sobre a representatividade trans dentro do programa e Ariadna Arantes respondeu. "Depois da 1ª mulher trans Ariadna, 11 anos depois temos a primeira participante travesti na história do programa: Linn da Quebrada. E que a entrada dela, sirva para conscientizar e firmar ainda mais a presença de trans e travestis na sociedade, onde são tão marginalizadas."
 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Soldado russo se declara culpado por crime de guerra na Ucrânia
Manhã na Clube: entrevista com Maria Zilá Passo, advogada especialista em direito da saúde
Fechamento de escolas durante pandemia pode gerar prejuízos por décadas no Brasil
Cada vez mais brasileiros procuram a medicina tradicional chinesa
Grupo Diario de Pernambuco