Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

Cinema

Festival VerOuvindo anuncia programação da sua 6º edição

Publicado em: 27/10/2021 16:17

O festival acontece em formato híbrido de 10 a 15 de novembro, com programação acessível (Manuela Salazar/Divulgação)
O festival acontece em formato híbrido de 10 a 15 de novembro, com programação acessível (Manuela Salazar/Divulgação)
O 6º VerOuvindo - Festival de Filmes com Acessibilidade Comunicacional do Recife divulgou a programação completa da edição, que acontecerá em formato híbrido de 10 a 15 de novembro. Além das sessões no canal de Youtube do festival, o projeto terá sessões presenciais no Recife e itinerância em Nazaré da Mata e Vitória de Santo Antão. Confira a programação completa no site www.verouvindo.com.

Serão mais de 40 horas de exibição de filmes, formação em acessibilidade comunicacional e ações externas, gratuitas e abertas para pessoas com ou sem deficiência.

Neste ano, o festival chama atenção para os tradutores intérpretes de Libras da Língua Brasileira de Sinais, que exerceram um papel importantíssimo na realização audiovisual gravada e online durante a pandemia. Por isso, a edição estreia a Mostra de Curtas com Tradução Audiovisual para Língua de Sinais - TALS, a primeira no Brasil a premiar profissionais de Libras.

A sexta edição também trará a tradicional Mostra de Curtas com Audiodescrição (AD), pioneira na premiação de profissionais da AD no Brasil. As sessões das mostras ocorrerão nos dias 11 e 12 de novembro, no Cinema da Fundação, sala do Derby.

Além da exibição de filmes, o VerOuvindo também reforça o compromisso com o cinema pernambucano, selecionados pela curadora Amanda Mansur. Este ano, produziu acessibilidade para filmes incentivados pela Lei Aldir Blanc, que serão exibidos durante a Itinerância VerOuvindo, com exibições em Nazaré da Mata e Vitória de Santo Antão, no dia 10 de novembro. Serão exibidos pela primeira vez com recursos de acessibilidade os curtas: Cabocolino (2021), de João Marcelo Alves; O Rio – Um Itinerário Poético (2021), de Adelina Pontual; e Ethxô Nandudya (2021), de Fernando Matos, Narriman Kauane, Raryson Freitas, Tayho Fulni-ô e Thales Matos. 

Oficinas

Outra novidade deste ano ocorre dentro da programação da II Jornada VerOuvindo, que reúne a formação em acessibilidade do festival. Haverá a estreia das masterclasses Por Trás das Câmeras, com conteúdos técnicos cinematográficos voltada para profissionais da acessibilidade exibidas remotamente no VerOuvindo na Rede, pelo Youtube, no dia 13 de novembro, às 10h, o diretor pernambucano Kleber Mendonça Filho e às 11h o pesquisador Rodrigo Carreiro, falando sobre aspectos da imagem e do som no cinema. 

A Jornada VerOuvindo também será composta de masterclasses com os homenageados Bell Machado, sobre audiodescrição, e Jonatas Medeiros, sobre tradução para Libras, além da Oficina de Libras nos dias 12 e 13, com o intérprete Carlos Di Oliveira e da intérprete e consultora surda Mirella Cavalcanti e de dois Painéis de Acessibilidade Comunicacional que trará apresentações orais presenciais e online de pesquisadores e profissionais do país com experimentos e análises sobre a produção cultural acessível nos dias 13 e 14, no Cinema da Fundação - Derby.

A Jornada ainda comportará o Conexão Festivais, iniciativa inédita que reunirá online os principais festivais de cinema acessíveis do Brasil e de Portugal. Estarão reunidos no dia 15 de novembro representantes dos festivais Assim Vivemos (RJ), o primeiro festival de cinema acessível do país, UrbanoCine (RN), Editando Sonhos (BA), Festival Acessível Kids - (RS) e Festival Acessível do IPB- Instituto Politécnico de Bragança (Portugal), trocando experiências e dinâmicas do circuito de exibição de cinema acessível.

Homenagens

Nesta edição, o VerOuvindo fará uma homenagem tripla. Uma delas será para Bell Machado, a primeira audiodescritora do Brasil e uma pioneira da audiodescrição do audiovisual. Assim como será homenageado o intérprete de Libras Jonatas Medeiros, que tem feito um importante trabalho de divulgação sobre a tradução para Libras e a inclusão de pessoas surdas nas produções audiovisuais nas redes digitais.

Por fim, a última homenagem será em memória do cineasta Jeorge Pereira, diretor do filme Organismo (2017), sendo uma das primeiras pessoas com deficiência física a dirigir um filme no país, trazendo o debate da acessibilidade também para os bastidores. Jeorge, falecido neste ano, repetiria seu trabalho como curador do festival na sexta edição, como havia feito em 2019, além de ser um participante ativo da programação.

Pedal Duplo e Turismo Acessível para pessoas com deficiência

No domingo, 15, último dia do festival, o VerOuvindo realizará uma ação de Pedal Duplo Acessível em formato aberto e gratuito para pessoas com deficiência. É a primeira vez que a edição realiza ações com vistas a chamar atenção para acessibilidade dentro da própria cidade. Pessoas cegas ou com baixa visão poderão pedalar pelo Recife Antigo com o voluntário guia e o grupo será acompanhado por audiodescritores, que farão a descrição da paisagem do passeio ao vivo. A iniciativa gratuita é fruto de parceria com o grupo Pedal Duplo acessível e a Associação de Cegos de Caruaru - Acace.

Como atividade paralela, estão sendo oferecidos  passeios com recursos de acessibilidade para Porto de Galinhas, Olinda e também de Catamarã, no Recife. Os trajetos e viagens ocorrerão com a presença de audiodescritores e intérpretes de Libras, que irão acessibilizar aos participantes tanto a descrição da paisagem como também poderão indicar os sons locais e traduzir o que for explicado por uma guia de turismo. 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevista com o deputado estadual Eriberto Medeiros (PP), presidente da Alepe
Unicap continua com as inscrições abertas para Vestibular 2022
Bruno Becker, da chapa Náutico Sustentável, divulga projetos para o Timbu
Manhã na Clube: entrevista com o deputado estadual Romero Sales Filho (PTB)
Grupo Diario de Pernambuco