Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

PERFORMANCE

Coletivo Agridoce lança vídeo-protesto contra assassinato de pessoas trans e travestis

Publicado em: 08/10/2021 10:15

Com estreia neste sábado, o vídeo fica aberto até 0h do domingo (Foto: Divulgação)
Com estreia neste sábado, o vídeo fica aberto até 0h do domingo (Foto: Divulgação)
Um mundo mais seguro e feliz para vidas trans e travestis é o que pedem as treze artistas que estrelam o vídeo-performance Incendiárias, filhas do fogo, novo trabalho do Coletivo de Dança-Teatro Agridoce. Entre performance artística e protesto, a obra audiovisual estreia às 20h deste sábado (09), no YouTube, lançando reflexões sobre o direito à vida da população trans em um país líder em assassinatos desse grupo. 
 
Com direção e roteiro assinados por Aurora Jamelo e Sophia William, Incendiárias compila cenas de mulheres trans e travestis em performance por espaços públicos em Pernambuco. Os registros ora representam os sonhos e desejos dessas mulheres, suas raízes e verdades; ora denunciam medos, frustrações e agressões vivenciadas diariamente.
 
A obra audiovisual reúne cenas captadas em diversas partes do Estado, inclusive de um protesto encampado pelo Coletivo Agridoce, em parceria com a Nova Associação de Travestis e Transexuais de Pernambuco (Natrape), no dia 13 de agosto. Nove artistas do elenco fizeram uma caminhada pelo centro do Recife, lembrando cinco mulheres trans e travestis assassinadas em Pernambuco, entre junho e julho de 2021 - Lorena Muniz, Kalyndra Selva, Roberta Nascimento, Crismilly Pérola e Fabiana da Silva.
 
Entre os espaços ocupados está o Cais de Santa Rita, nas imediações do local onde a travesti Roberta Nascimento foi queimada viva no dia 24 de junho. Com referências à cultura afro-ameríndia, a obra também lembra figuras como Xica Manicongo - a primeira trans brasileira, assassinada no Brasil Colônia -, e Gisberta Salce Júnior - travesti assassinada em Portugal, em 2006. "O vídeo é uma homenagem a essas vítimas, e, ao mesmo tempo, um manifesto contra o apagamento de nossas existências", explica Sophia William. 
 
Incendiárias traz no elenco as artistas Sharlene Esse, Sophia William, Jorja Moura, Aurora Jamelo, Pietra Tenório, Renna, Lorrany Silva, Cora Losty, Sabrina Raissa, Catarina Almanova, Leandra Salles, Estella Koral e Yafé Dias. Conta ainda com a participação de  Flávio Moraes e Nilo Pedrosa. O vídeo-performance pode ser conferido gratuitamente no YouTube até a meia noite do domingo (10).
 
SERVIÇO:
Estreia do vídeo-protesto Incendiárias, filhas do fogo
Quando: sábado (09), às 20h
Onde: YouTube do Coletivo de Dança-Teatro Agridoce
Disponível para assistir até 0h do domingo (10)
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Entre túmulos e livros: coveiro se prepara para lançar livro
Cenário de destruição apos tiroteios em Beirute
Manhã na Clube: entrevistas com Simão Teixeira, presidente do Recife Convention & Visitors Bureau
Bolsonaro decidiu não se vacinar contra o coronavírus
Grupo Diario de Pernambuco