Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

ATOR

Alec Baldwin disparou arma que matou diretora de fotografia em set de filmagem

Publicado em: 22/10/2021 07:15

 (Fotos: Sonia Recchia / AFP - Angela Weiss / AFP)
Fotos: Sonia Recchia / AFP - Angela Weiss / AFP
O ator Alec Baldwin disparou a arma que matou uma mulher e deixou um ferido no set do filme Rust no estado norte-americano do Novo México, informou o gabinete do xerife do condado de Santa Fé.

"O gabinete confirma que os dois indivíduos baleados no set de Rust foram a diretora de fotografia Halyna Hutchins, 42 anos, e o diretor do filme, Joel Souza, 48, atingidos quando uma arma cenográfica foi disparada pelo ator e produtor Alec Baldwin", detalha o comunicado.

Acidente
Mais cedo nesta quinta-feira (21), já existia a confirmação de que uma mulher de 42 anos havia sido transferida de avião para o hospital, onde morreu, e um homem da mesma idade foi levado de ambulância para outro centro médico. O nome das vítimas não tinha sido revelado até então.

Segundo a publicação Deadline, um "membro principal do elenco manuseou uma arma durante um ensaio, sem saber que a mesma estava carregada, ferindo duas pessoas. Um homem foi atingido no ombro e uma mulher foi transportada ao hospital para uma cirurgia no estômago."

O filme
Rust é um faroeste estrelado e coproduzido por Baldwin, e dirigido por Joel Souza. O acidente aconteceu no Rancho Bonanza Creek Ranch, locação famosa nos Estados Unidos. A polícia se dirigiu ao local no começo da tarde, após receber um chamado de emergência.

"A produção foi interrompida. A segurança do nosso elenco e equipe é nossa maior prioridade", declarou a equipe de Baldwin, citada pelo canal de TV KOB.

*Com informações da Agência France-Press
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Justiça por Beatriz: pais organizam peregrinação de 720 km para cobrar solução de assassinato
Pessoas que já tiveram covid podem adoecer novamente devido à ômicron
Reino Unido aprova mais um medicamento contra Covid-19
Manhã na Clube: entrevista com o deputado estadual Eriberto Medeiros (PP), presidente da Alepe
Grupo Diario de Pernambuco