Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

LUTO

Cartunista Ota, da revista Mad, é encontrado morto no Rio

Publicado em: 24/09/2021 22:04

 (Foto: Reprodução/Redes sociais)
Foto: Reprodução/Redes sociais
O cartunista Otacílio Costa d’Assunção Barros, de 67 anos, conhecido como Ota, foi encontrado morto em casa, no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira (24). Após cinco dias sem contato, vizinhos chamaram o Corpo de Bombeiros.

Os bombeiros tiveram que arrombar a porta do apartamento na Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro.

Ota trabalhou por 34 anos como editor da versão brasileira da revista Mad. Ao longo de seus trabalhos como jornalista, Ota passou pelo Jornal do Brasil e pela Folha Dirigida.

Conhecido cartunista, Ota ganhou o prêmio Troféu HQMix em 1994, com a Revista do Ota na categoria Independente.

Biografia
Nascido e criado no Rio de Janeiro, Ota iniciou a carreira nos anos 1970 na redação de quadrinhos Ebal. Logo depois foi para a revista Os Birutas, da editora Gorrion.

Em 1974, se tornou o editor responsável pela versão brasileira da Mad.

Em 2005, passou a ter uma coluna de quadrinhos no Jornal do Brasil e, em 2006, foi para a Folha Dirigida.

Ota foi responsável pela restauração e tradução das revistas Luluzinha e Recruta Zero.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com Sileno Guedes e com a nutricionista Joyce Alencastro
CPI da Pandemia chega ao final com homenagens às vítimas da Covid
Manhã na Clube: ex-ministro Roberto Freire, dr. Cláudio Falcão e o advogado Pedro Avelino
Chama dos Jogos de Inverno é acesa
Grupo Diario de Pernambuco