Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

LAUDO

Ator Michael K. Williams morreu de 'overdose acidental'

Por: AFP

Publicado em: 24/09/2021 22:18

 (Foto: Rodrigo Varela / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP
)
Foto: Rodrigo Varela / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP
O ator americano Michael K. Williams, o Omar da série cult "The Wire", que foi encontrado morto em sua casa em Nova York em 6 de setembro, morreu por uma overdose "acidental" de fentanil, heroína e cocaína, anunciou nesta sexta-feira (24) o serviço médico forense da cidade.

De acordo com o chefe do gabinete forense, que descreveu a morte como "acidental", Williams morreu aos 54 anos de "intoxicação aguda pelos efeitos combinados de fentanil (um potente opioide), p-fluorofentanil, heroína e cocaína".

"Não haverá mais comentários", disse ele em mensagem à imprensa.

O ator foi encontrado morto em seu apartamento no Brooklyn, bairro de Nova York onde cresceu.

Michael K. Williams, cujo rosto era marcado por uma longa cicatriz, ganhou reconhecimento como Omar Little, um personagem atípico de "The Wire", série da HBO criada por David Simon.

Sua interpretação de um solitário criminoso homossexual, com seus próprios códigos e princípios morais, foi aclamada pela crítica e pelo público.

Em uma entrevista à rádio pública americana NPR em 2016, contou como ele mesmo lutou contra o vício em drogas na vida real enquanto atuava em "The Wire".

Ele foi indicado cinco vezes ao Emmy, sem ganhar o prêmio, sendo a última vez em 2021 por seu papel na série "Lovecraft Country".
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Trump anuncia planos para lançar nova rede social
Manhã na Clube: entrevistas com Teresa Leitão (PT), Fernandes Arteiro e José Teles
CPI da Pandemia recomenda indiciamento de Bolsonaro
Manhã na Clube: entrevistas com Sileno Guedes e com a nutricionista Joyce Alencastro
Grupo Diario de Pernambuco