Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

TELEVISÃO

Após gafe com carne de bode, Ana Paula Padrão pede desculpas nas redes sociais

Publicado em: 09/09/2021 15:55

 (Foto: reprodução/Band)
Foto: reprodução/Band
O episódio do MasterChef desta terça-feira (7) nem havia saído do ar quando a apresentadora Ana Paula Padrão teve o nome alçado entre os mais comentados do Twitter. Acostumada a ver o reality bombar nas redes sociais, Ana Paula deve ter se surpreendido ao ver que estava sendo criticada por ter falado mal de carne de bode no programa gastronômico.

Durante a prova dedicada a carnes exóticas, Ana Paula Padrão conversava com o humorista Rafael Cortez (convidado especial do episódio) e ele revelou que, entre todas as carnes do desafio, ele não comeria bode de jeito nenhum. No programa, Ana Paula responde que bode é carne comum no nordeste brasileiro e que é carne para quem tem fome.

Nas redes socais, Ana Paula explicou que a resposta dela não foi só essa. Segundo ela, a fala dela foi editada, o que acabou dando a impressão de que ela teria criticado a carne de bode.

"Quando o nosso convidado Rafael Cortez disse para a chef Helena Rizzo que daquelas carnes ele não comeria jamais seria o bode, que seria um bicho 'incomível', eu falei pra ele: 'você não sabe o que está perdendo'. Mas nem tudo que a gente grava vai ao ar. A frase que foi ao ar não reflete o que eu penso, não reflete tudo que eu estudei da região nem reflete a minha história. Tampouco reflete a história do MasterChef, que tenta trazer sempre ingredientes diferentes, maneiras de cozinhar diferentes do sul, do norte, do nordeste e de todas as regiões para serem conhecidas em todo Brasil e para que sejam orgulho de todos os brasileiros. Essa pessoa que eu sou e o que eu acho. Me desculpem. Realmente ali pareceu muito preconceituoso", defendeu-se a apresentadora.

Antes de se desculpar, Ana Paula contou como conheceu a carne de bode. Ela lembra que foi almoçar na casa de um amigo, em Recife, e o menu era guisado de bode.

"Ele serviu um guisado que estava muito gostoso, mas eu pelo sabor não consegui reconhecer qual era a carne. Perguntei a ele após o almoço e ele disse 'Ana, isso é carne de bode. Guisado de bode e vários outros pratos à base de bode são muito comuns na minha região'. Ele é de Cabrobó, no semiárido de Pernambuco. Mas os pratos são muito poucos conhecidos do centro-sul brasileiro e ele me deu um contexto histórico disso. Ele me disse que durante muito tempo o bode foi uma das poucas fontes de proteína animal na região no semiárido do Nordeste e nos últimos anos desenvolveu-se uma cultura gastronômica incrível com pratos à base de bode", completou.

Na prova, o bode foi preparado pela participante Daphne, que não ficou nem entre os destaques positivos, nem entre os negativos.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Combate à gordofobia vira lei no Recife
Medicamento contra Covid-19 é recomendado pela OMS
Manhã na Clube: José Queiroz (PDT), Kleiton Boschi, Clarissa de França e Cristina Pires
Skate feminino decola no Brasil após Olimpíadas
Grupo Diario de Pernambuco