Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

QUADRINHOS

Após nove anos, revista 'Ragu 8' é lançada pelo selo Cepe HQ

Publicado em: 14/07/2021 10:30

Idealizada em Pernambuco, a revista compila trabalho de quadrinistas locais, nacionais e internacionais (Foto: Wagner Ramos/ Divulgação Cepe Editora)
Idealizada em Pernambuco, a revista compila trabalho de quadrinistas locais, nacionais e internacionais (Foto: Wagner Ramos/ Divulgação Cepe Editora)
Um “caos coeso” é como se define a revista Ragu, obra pernambucana que busca ser uma vitrine da diversidade dos quadrinhos brasileiros. Após nove anos desde a última edição, a revista independente retorna às prateleiras, agora com o incentivo da Companhia Editora de Pernambuco (Cepe) e sob o selo da Cepe HQ. O lançamento da Ragu 8 acontece nesta quarta-feira (14), às 19h, em uma live no canal oficial da Cepe no Youtube.

O bate-papo de estreia reúne os cinco editores que assinam a curadoria da revista: Christiano Mascaro e João Lin (artistas visuais e idealizadores do projeto), Dandara Palankof (jornalista, tradutora e editora de quadrinhos), Paulo Floro (jornalista e editor das revistas O Grito e Plaf),  e Diogo Guedes (editor da Cepe), que também faz a mediação. A ilustração de capa é assinada pelo artista alemão Henning Wagenbreth.
 
O livro compila, ao longo de mais de 150 páginas, trabalhos de 40 colaboradores, quadrinistas locais, nacionais e internacionais, como Laerte, Amanda Miranda, Guazzelli, Cau Gomez e Rafael Coutinho. Quanto aos pernambucanos, além da contribuição dos idealizadores, participam Raoni Assis, Marília Marz, Greg Vieira, Ayodê e Rogi, entre tantos outros. A extensa lista de artistas representa o princípio de pluralidade do projeto, que já é um dos títulos mais conceituados no país no ramo das HQs independentes.
 
Com uma profusão de estilos, do realista ao cartunesco ou abstrato, as micro histórias trazem situações diversas que permeiam questões como negacionismo, violência, intolerância e política, nunca perdendo o intuito lúdico. Sem um tema geral completamente delimitado, a edição é uma grande metamorfose de ideias, carregada por vezes de humor satírico e ácido. “Propomos tocar em questões atuais, sobre o que estamos passando. Não era necessariamente um tema impositivo, tem muita coisa fora desse recorte. Mas queríamos que essa edição ajudasse a refletir, de alguma maneira e em alguma extensão, o nosso tempo”, conta Christiano Mascaro.
 
A edição traz uma abundância de estilos e temas diferentes (Foto: Greg Vieira)
A edição traz uma abundância de estilos e temas diferentes (Foto: Greg Vieira)
 
Mercado de Quadrinhos
A revista Ragu surgiu como um projeto local nos anos 2000, ainda com poucas páginas e em lançamento trimestral.  “Era um cenário em que o quadrinho estava muito em baixa. Mesmo o quadrinho mainstream estava sendo pouco publicado. Acho que o que resume bem nossa motivação original, e meio que ela segue como bússola, era fazer uma revista de quadrinhos que queríamos ver na rua”, lembra Mascaro. Aos poucos, eles foram migrando para o formato com mais páginas, onde poderiam explorar melhor as narrativas.
 
O quadrinista considera que atualmente, com os novos canais de divulgação online, a dificuldade do setor de quadrinho depende muito da natureza do projeto. “No digital, em tese é só fazer e postar nas redes sociais. Não quer dizer que não existam dificuldades. A Ragu mesmo ficou muito tempo fora de circulação porque é o tipo de proposta que precisa de apoio institucional”, explica.
 
O apoio, materializado nesta edição pela Cepe, é parte de um projeto de maior incentivo iniciado pela editora em 2019, com a fundação do selo Cepe HQ. Ainda que já investisse no formato anteriormente, o editor da Cepe, Diogo Guedes, conta que o selo “surgiu da vontade de ampliar os espaços para a publicação de quadrinhos em Pernambuco, seja de autores daqui ou de outros pontos do país”. Apontando as edições anteriores da Ragu como exemplo, ele afirma que o “nosso estado sempre teve uma tradição gráfica importante e a ideia do selo é jogar luz nessa produção de HQs, com prioridade para obras mais autorais ou alternativas”.
 
SERVIÇO:
Lançamento da revista Ragu 8
Quando: Nesta quarta-feira (14), às 19h
Onde: No canal oficial da Cepe (youtube.com/cepeoficial)
Preço do livro: R$ 70,00
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Terceira dose de vacina anticovid começa a ser aplicada em Israel para aumentar imunidade
Manhã na Clube: entrevistas com coronel Luiz Meira (PTB), Regina Sales e Maria Dulce
Manhã na Clube: entrevistas com José Maria Eymael, Rodrigo Floro e Chico Kiko (PP)
Leão se afasta de parque onde vive solto e assusta moradores de cidade africana
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco