Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

CULTURA

1º Festival Cultural Caboclo ressalta importância do coco de roda em Pernambuco

Publicado em: 31/03/2021 11:08 | Atualizado em: 31/03/2021 16:21

Os mestres Borges Lucas e Reginaldo Cipriano apresentam seus tradicionais cocos de roda (Fotos: Divulgação)
Os mestres Borges Lucas e Reginaldo Cipriano apresentam seus tradicionais cocos de roda (Fotos: Divulgação)

Para marcar a tradição do coco de roda, manifestação cultural presente na história do município de Lagoa de Itaenga, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, será realizada a 1ª edição do Festival Cultural Caboclo. O evento une dança, música, debate e apresentações artísticas e poderá ser acompanhado no canal oficial do festival no YouTube, nesta quarta-feira (31), a partir das 20h.

A festividade, idealizada pelo poeta Bio Caboclo, de 60 anos, violeiro, mestre de maracatu rural e de coco de roda, terá a presença de artistas locais e regionais, como o Coco de Borges Lucas com participação especial do Coco do mestre Reginaldo Cipriano (Lagoa de Itaenga); Coco de Bojo da Macaíba e Coco de Fulô (Cabo de Santo Agostinho). O destaque da programação é o Grupo Cultural Caboclo que tem à frente o coquista poeta Bio Caboclo e seus filhos Josivaldo Caboclo, Josuel Caboclo e Josivaldo Caboclo.

O festival também promove oficina, em vídeo pré-gravado, com algumas curiosidades sobre os ritmos, sons e movimentos do Grupo Cultural Caboclo. A ideia é levar os espectadores para uma viagem nas danças populares, de origem africana e indígena, principalmente, entre os cocos de umbigada - que exige que o público dance com pares vizinhos, e batam palmas, marcando o ritmo, e encostando o umbigo. Além do coco de mazuca, coreografia básica em que os participantes formam filas ou rodas e executam o sapateado característico das influências do toré indígena.

A programação inclui ainda uma roda de diálogo com participação dos artistas do festival e brincantes do coco de roda. O cenário dessa conversa foi gravado no Sítio Cultural Caboclo, Zona Rural de Lagoa de Itaenga. Em atividade há 30 anos, o Grupo Cultural Caboclo, tem 12 álbuns gravados de coco de roda, além de três álbuns de maracatu rural; e outros dois álbuns de viola e um álbum de ciranda. A 1ª edição do Festival Caboclo é realizada com incentivo da Lei Aldir Blanc.

SERVIÇO
1ª edição do Festival Cultural Caboclo

Quando: nesta quarta-feira (31), às 20h
Onde: no canal do festival no Youtube (https://www.youtube.com/c/GrupoCulturalCaboclo/videos
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Posse e compra de armas de fogo geram polêmica entre autoridades e população
Liberdade de imprensa piora no Brasil de Bolsonaro
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 20/04
Metade da população adulta nos EUA já tomou ao menos uma dose de vacina contra Covid
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco