Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

MÚSICA

Rodrigo Santos, ex-Barão Vermelho, retrata a realidade e o tempo em novo álbum

Publicado em: 13/10/2020 07:07 | Atualizado em: 13/10/2020 10:11

 (Foto: Gustavo Gouvêa/Divulgação)
Foto: Gustavo Gouvêa/Divulgação

A liberdade é o estado de espírito que Rodrigo Santos, ex-baixista do Barão Vermelho, almeja com o mais recente trabalho solo. Das coisas simples, que se tornaram fundamentais, como pedalar à beira da Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro, até a dor de perder um amigo sem poder se despedir, muitas foram as inspirações para projeto do novo álbum Livre, um registro sonoro do momento atual e de reflexões sobre o futuro. Com parcerias nacionais de diferentes cidades, como Roberto Menescal, Guto Goffi, George Israel, Mauro Sta Cecília, e também internacional, como é o caso da colaboração com o inglês Andy Summers, do The Police, o disco é composto por inspiração, mas também transpiração ao ter que se adaptar às gravações à distância.

O conceito do álbum é uma conversa com a realidade e com o tempo: “Ficamos, de uma certa maneira, ‘trancados em casa’, fazendo só o essencial. Ele (o disco) foi uma forma, não planejada, de ocupar a cabeça e retratar o momento. Eu mudei completamente a rotina, estava acostumado a fazer 20 shows por mês, pegar a estrada de avião, de carro, como fosse. Desde 1984, nunca tinha interrompido”, reflete.

Rodrigo descreveu a nova rotina em três palavras, “distanciamento, máscara e pedaladas”. “Quando comecei a pedalar em volta da lagoa, em horários desertos, fiquei emocionado só de olhar. Vi uma garça e a lagoa limpa, a ponto de ver o fundo. Vi coisas e animais que nunca tinha visto por alí”, conta.

Parceria
A partir da curiosidade, fez uma pesquisa sobre temas emergentes como, por exemplo, a natureza e os animais que voltaram a aparecer durante o período de reclusão humana. Assim surgiu a faixa Arca de Noé 2020, com contribuição da guitarra de Andy Summers e videoclipe no YouTube. A parceria e amizade com o inglês perduram desde 2012, quando foram apresentados pelo, então, futuro empresário Luiz Paulo Assunção. João Barone, do Paralamas do Sucesso, completa o trio, na bateria, pelo duradouro projeto em turnê, Call The Police, que traz o repertório da banda inglesa, incluindo a canção clássica Every breath you take.

A pandemia também privou milhares de velar entes e amigos que se foram com a covid-19. Como foi o caso do xará, parceiro de rock and roll e jornalista esportivo, Rodrigo Rodrigues, que faleceu recentemente. “Desses meses todos, (esse) foi o momento mais difícil para mim. Eu conversava com o Rodrigo todos os dias, planejávamos o projeto musical Os Rodrigos. Ele estava muito presente de dois anos para cá e era um cara muito pra cima, alto-astral. Tínhamos papos de três horas e, ao longo do processo, ele foi ficando monossilábico”. Em 28 de julho, veio o anúncio do falecimento do amigo. Na madrugada, horário em que conversavam geralmente, Rodrigo pegou o violão e compôs, de uma só vez, Quem sabe mais, quinta faixa do disco e homenagem de despedida.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Rhaldney Santos entrevista Thiago Santos (UP)
Aprenda a treinar a mente com exercícios que previnem doenças e turbinam os neurônios
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #Protocordados
Rhaldney Santos entrevista Dra Roseana Diniz
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco