Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

CINEMA

Programa da Secult-PE debate representatividade a partir de Pantera Negra

Publicado em: 28/09/2020 11:08

 (Foto: Disney/Divulgação)
Foto: Disney/Divulgação


O programa Outras Palavras, em sua versão digital, está de cara nova. Com canal próprio no YouTube, o projeto da Secretaria de Cultura de Pernambuco, que tem como objetivo a promoção do diálogo entre a Cultura e a Educação, realizará mais uma edição, nesta segunda (28), às 20h30, pelo www.youtube.com/outraspalavrasdigital. O projeto, que é uma parceria da Secult-PE com a Secretaria de Educação de Pernambuco, com apoio da Cepe Editora, e tem como público alvo os estudantes de escolas públicas de Pernambuco. 

Em sua próxima edição, o Outras Palavras vai promover um debate em torno do blockbuster do cinema americano, o filme Pantera Negra, lançado em 2018 mas ainda um campeão de audiência, discussões e pesquisas acadêmicas.  O filme que se passa no reino fictício de Wakanda e apresenta a saga do super herói negro T’Challa para defender seu povo, se consagrou como a maior referência que a indústria do entretenimento já produziu para o empoderamento do povo preto e para a desconstrução da África como um continente infértil e estereotipado em sua cultura.

No centro deste debate do Outras Palavras está o publicitário Rodrigo Paiva, autor do livro “Panther is the new black: representação e cultura na comunicação do filme Pantera Negra”; a escritora, produtora de conteúdos digitais e especialista em cultura pop Mirela Paes; e a grafiteira, arte educadora e ativista negra Nathê Ferreira. A mediação será da jornalista Michelle de Assumpção, assessora de Comunicação da Secretaria de Cultura e Fundarpe.

"Pantera Negra representa toda uma desconstrução de tabus que foi muito árdua. Pesquisa da UFRJ aponta que, entre os grandes elencos dos filmes mundiais, por exemplo, só 14% corresponde a homens negros, e 4% a mulhares negras. Nos bastidores do cinema nacional, esses valores são ainda menores" pondera Rodrigo. Seu livro trata do impacto social e comercial da representatividade negra no contexto mercadológico. "Pantera Negra tem um elenco negro, um protagonista negro. Isso foi crucial para que se destacasse e alcancasse o sucesso. Não é só mais um blockbuster, mas uma evolução de valores morais ao longo da história do cinema, que sempre foi racista na sua essência", coloca Rodrigo.

Mirela Paes, Rodrigo Paiva e Nathe (Foto: Divulgação)
Mirela Paes, Rodrigo Paiva e Nathe (Foto: Divulgação)

Mirela Paes é comunicóloga, autora dos livros Maliciosa (New Adult) e Destinos Cruzados (Young Adult) e uma expert em cultura pop. “Pantera Negra abre abas enormes para discussões, além da questão da representatividade negra, a questão dos filmes e da cultura pop em si criarem personagens mais diversos. O filme abriu esse espaço, foi muito inovador. Uma mudança de mercado, de consumo pontua Mirela.

O trabalho artístico da grafiteira e estudante de Artes Visuais da UFPE Nathália Ferreira, a Nathê, reflete sobre as representações da imagem da mulher negra em seus trabalhos na rua, na academia e na rede. Nathê produziu uma aula para a disciplina de Arte e Diversidade Étnico Cultural sobre o filme Pantera Negra, e vai contribuir no debate do Outras Palavras com seu estudo não apenas sobre a importância do filme para o empoderamento do povo preto, bem como para a visibilização da cultura africana e seus reais significados. 

"Foram mulheres negras que produziram a arte do filme, e foram as primeiras mulheres negras a ganharem oscar nesse quesito. Elas pesquisaram nações africanas tradicionais. Nada ali é aleatório, tudo traz uma história, uma tradição. A tendência quando trata de cultura africana, é colocar uns traços do que se acha ser africano, e dizer que é África, quis desmistificar um pouquinho isso", conta Nathê. 

"Estamos felizes em anunciar uma nova temporada do Outras Palavras Digital, agora em canal próprio no YouTube, com mais interatividade e temáticas que acompanham o nosso momento atual. Diferentes convidados começam a participar dos encontros com olhares e opiniões distintos, provocando debates entre o público participante, que ampliam e estimulam o pensamento crítico e a visão de mundo", avalia Andréa Mota, coordenadora do projeto pela Secretaria de Cultura de Pernambuco.

SERVIÇO
Outras Palavras Digital
Onde: www.youtube.com/outraspalavrasdigital
Quando: nesta segunda-feira (28), a partir das 20h

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Rhaldney Santos entrevista Dr. Felipe Dubourcq, urologista
Polícia Federal vai usar drones para fiscalizar irregularidades nas eleições
Rhaldney Santos entrevista Dr. João Gabriel Ribeiro, neurocirurgião
Rhaldney Santos entrevista Armando Sérgio (Avante)
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco