Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

CHADWICK BOSEMAN

'Pantera Negra' faz Globo registrar melhor audiência do ano na Tela Quente em SP

Por: FolhaPress

Publicado em: 01/09/2020 16:25

O longa foi ao nesta segunda (31), em homenagem ao ator Chadwick Boseman (Foto: Divulgação)
O longa foi ao nesta segunda (31), em homenagem ao ator Chadwick Boseman (Foto: Divulgação)
A filme "Pantera Negra" (2018) fez a Globo registrar a melhor audiência do ano na faixa Tela Quente, que vai ao ar nas noites de segunda-feira, em São Paulo. O longa foi ao nesta segunda (31), em homenagem ao ator Chadwick Boseman, morto na última sexta-feira (29), aos 43 anos, em decorrência de um câncer.

Na Grande SP, o filme teve 27 pontos de audiência (cada ponto do Kantar Ibope equivale a cerca de 73 mil domicílios) e 53% de share (participação de um programa no universo de aparelhos ligados). Segundo a emissora, não havia audiência igual ou maior que essa desde outubro do ano passado. Já o share foi o maior desde setembro de 2018.

Na região metropolitana do Rio, "Pantera Negra" alcançou 26 pontos de audiência (cada ponto equivale a 47,4 mil domicílios) e 52% de share. Em relação à audiência, essa é a segunda maior registrada na faixa Tela Quente, neste ano, no Rio. Já o share foi recorde, sendo o maior registrado no horário desde agosto de 2018.

A transmissão de "Pantera Negra" na noite desta segunda contou ainda com comentários do apresentador Manoel Soares, 40, que comanda o programa É de Casa, falando sobre a importância do filme, que é o primeiro longa de super-heróis com grande orçamento a ser protagonizado por um ator negro.

"Eu esperei quase 40 anos para ter um super-herói parecido comigo e a pessoa que personificou esse sonho não está mais entre nós", comentou Soares. "Chadwik Boseman representou essa geração que ansiava por isso e se espelhou nessa conquista."

Lançado em 2018, o longa de Ryan Coogler é baseado no personagem homônimo da Marvel. Na trama, o príncipe T'Challa (Chadwick Boseman) volta a Wakanda após a morte do rei T'Chaka (John Kani) para ser coroado, mas uma das tribos que compõem o reino não apoia o atual governo.

O filme foi sucesso de público, arrecadando mais de US$ 1 bilhão (cerca de R$ 5,4 bilhões no câmbio atual) em todo o mundo, e crítica, tendo sido indicado para sete Oscars em 2019, incluindo melhor filme (foi o primeiro filme de super-heróis a receber uma indicação). Venceu nas categorias figurino, trilha sonora original e direção de arte.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #162 Anelídeos: segmentação corporal e parapódios
De 1 a 5: Dicas para a sua bicicleta ser seu transporte diário
Ministério da Saúde autoriza volta parcial da torcida na Série A
Resumo da semana: acidente em Boa Viagem, aulas liberadas e reinauguração do Geraldão
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco