Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

CINEMA

Marvel e Disney tomam decisão sobre futuro de Pantera Negra

Publicado em: 03/09/2020 16:35 | Atualizado em: 03/09/2020 16:39

 (Foto: Divulgação)
Foto: Divulgação

Após a morte do ator Chadwick Boseman, a revista norte-americana The Hollywood Reporter anunciou, nesta quarta-feira (2/9), a decisão da Marvel e da Disney sobre o futuro da franquia Pantera Negra, que estava prevista para ganhar uma continuação em 2022. De acordo com a revista, os estúdios pretendem focar esforços em homenagear Boseman e processar o luto da perda. Assim, a sequência de Pantera Negra deve ficar em segundo plano na empresa.

As produções interconectadas do Universo Marvel também devem ser afetadas, visto que o personagem T’Challa participou dos filmes Capitão América: Guerra civil e em Vingadores. A morte de Chadwick Boseman foi anunciada na noite de sexta-feira (28/9), com a informação de que o ator lutava há quatro anos contra um câncer no cólon, que havia virado de estágio 3 para estágio 4 recentemente. Todos os papéis notáveis do astro foram interpretados dentro deste período de quatro anos, em também tratava da doença.

Boseman ainda tem um filme finalizado, Ma Rainey's Black Bottom, marcado para estrear em 2020 na Netflix. Segundo a The Hollywood Reporter, além de familiares do artista, apenas um seleto número de pessoas sabia que Boseman lutava contra o câncer nos últimos quatro anos, incluindo Logan Coles, parceiro de produção, o agente Michael Greene; o ator e personal trainer Addison Henderson e o diretor Brian Helgeland. A morte de Chadwick gerou comoção nas redes sociais.

O ator Michael B. Jordan, que também participou do filme Pantera Negra, publicou uma carta ao amigo, que conhecia desde os 16 anos. “Gostaria que tivéssemos mais tempo”, escreveu o ator três vezes durante o texto sobre a importância de Boseman para a própria trajetória. Nesta semana, fãs criaram uma petição para que seja criada uma estátua em homenagem ao ator. A ideia é que a homenagem substitua um memorial escravista dos Estados Confederados em Anderson, na Carolina do Sul -- a cidade natal do artista --, por uma estátua do intérprete do herói Pantera Negra.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Rhaldney Santos entrevista o candidato à prefeitura do Recife Coronel Feitosa (PSC)
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #162 Anelídeos: segmentação corporal e parapódios
De 1 a 5: Dicas para a sua bicicleta ser seu transporte diário
Ministério da Saúde autoriza volta parcial da torcida na Série A
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco