Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

FAMOSOS

'Há limites', diz Juliana Paes sobre envio de nudes ao marido

Por: FolhaPress

Publicado em: 31/08/2020 10:20 | Atualizado em: 31/08/2020 09:04

 (Foto: Reprodução/Instagram @julianapaes)
Foto: Reprodução/Instagram @julianapaes

Juliana Paes contou que não tem problemas em ficar nua em cena, mas tem regras para o envio de fotos sem roupa para o marido. "Há limites pros nudes", avaliou em entrevista ao programa Alta Definição, da TV portuguesa SIC. "Eu mando nudes pensando sempre assim: e se roubarem o celular? Eu ainda vou viver bem com os meus filhos se acharem essa foto? Vou? Então tá bom. Então pode."

No programa, a atriz ainda revelou que teve a possibilidade de investir numa carreira internacional depois que foi eleita uma das mulheres mais bonitas do mundo pela revista "People", em 2006. "Um agente me convidou para passar um tempo lá [nos Estados Unidos]", afirmou. Contudo, na época, ela estava pensando em formar uma família. Após quatro anos de namoro, ela se casou com o empresário Carlos Eduardo Baptista em 2008 e teve seu primeiro filho, Pedro, em 2012. Antônio, o segundo filho do casal, chegou em 2013.

"Foi a melhor escolha que eu fiz", afirmou. "Nunca me senti tão confiante, tão poderosa do que quando saí da maternidade." Entre uma curiosidade e outra (ela disse que roía as unhas das bonecas e que guarda até hoje o primeiro sutiã), ela também falou sobre como construiu uma carreira de sucesso na teledramaturgia brasileira. "Eu nunca fui a primeira opção dos meus trabalhos", afirmou. "Quando eu fui fazer a Jaqueline Joy [na novela 'Celebridade', de 2003], queriam outro perfil de atriz. E eu batalhei, falei com o produtor de elenco, pedi para o meu agente falar", revelou. "Eu tive a humildade de pedir uma chance."

A atriz também contou que, atualmente, não se incomoda com críticas dos outros a seu respeito. "Não consigo me lembrar da última vez que eu li algum comentário e fiquei realmente mexida com aquilo", contou. "Eu já cheguei à conclusão de que eu não sou o que você ou qualquer outra pessoa pensam." Nem mesmo quando os comentários são sobre sua aparência física. "De repente, você vai chegando perto dos 40, é muito comum você escutar: 'Fulana já foi mais bonita, agora tá assim assado'. Eu poderia ficar chateada, mas não consigo ficar", garantiu. "Só consigo sentir indiferença."

Sobre o título de símbolo sexual, ela afirmou que "é uma massagem para o ego", mas que é um personagem. "Não é todo dia que eu me olho no espelho e falo: 'Nossa!'. Muitas vezes eu me olho no espelho e só vejo defeitos, como toda mulher." Mesmo com a sensualidade que já demonstrou em diversos papéis, ela diz que recebe poucas investidas dos homens. Em uma única ocasião, recebeu uma proposta indecorosa de um sheik que queria levá-la para passear -que ela recusou prontamente. "Eu sou zero assediada", garantiu. "As pessoas acham que eu estou em um lugar que não permite esse tipo de coisa. Nem ousam."
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Rhaldney Santos entrevista advogada Rafaella Simonetti do Valle
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão
Brasil é vítima de desinformação sobre meio ambiente, diz Bolsonaro
Rhaldney Santos entrevista o empreendedor digital Harry Thorpe, criador da plataforma Miauu
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco