Violência

Padrasto é preso por suspeita de estupro da própria enteada, que ficou grávida e teve bebê

Caso foi divulgado, nesta quarta (10), pela Polícia Civil. Adolescente tem 15 anos e teria sido violentada desde os 5 anos

Publicado em: 10/07/2024 07:33 | Atualizado em: 10/07/2024 11:03

Delegacia da Mulher de Olinda cumpri mandado  (Foto: Divulgação)
Delegacia da Mulher de Olinda cumpri mandado (Foto: Divulgação)
Um homem foi preso por suspeita de estuprar a própria enteada, de 15 anos. 
 
Segundo informações da Polícia Civil, a garota engravidou em um desses episódios de violência sexual, dando à luz um bebê, que, hoje, está com meses de vida.
 
O caso foi divulgado, nesta quarta (10), por meio de nota divulgada pela corporação.
 
No comunicado, a polícia informou que tudo começou com a denúncia feita pela mãe da vítima. 

Em 17 de março deste ano, a mulher foi até a delegacia e denunciou que a filha teria relatado os abusos sexuais praticados pelo padrasto.
 
Esses episódios de violência aconteceriam, segundo as denúncias, desde que a garota tinha 5 anos.
 
"Em decorrência dos abusos sexuais, a menor de idade vítima acabou por gerar e conceber uma filha do imputado, uma bebê com meses de idade", disse a polícia. 
 
A prisão
 
Ainda conforme a polícia, o caso foi registrado e chegou ao Judiciário.

A Justiça, então, expediu um mandado de prisão preventiva, cumprido pelos agentes da 15ª Delegacia da Mulher. 
 
O mandado foi expedido pelo Juiz  da Vara de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher de Olinda, no Grande Recife. 
 
Na nota, a polícia disse que o homem foi até a delegacia, com um  advogado, se apresentou e disse que "estaria à disposição para esclarecimentos".
 
A Polícia Civil, no entanto, afirmou que a "escuta especializada realizada com a vítima demonstra bem a hediondez do delito de estupro de vulnerável".
 
Esse tipo de crime fica caracterizado quando a vítima de violência sexual tem menos de 14 anos.  
 
O homem capturado, que não teve o nome divulgado,  foi levado para o Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife, onde ficará à disposição da justiça.

MAIS NOTÍCIAS DO CANAL