MORADIA

Moradores da Roda de Fogo, nos Torrões, recebem títulos de propriedade do governo de Pernambuco

271 famílias receberam títulos de propriedade; a meta do Estado é 50 mil títulos até 2026

Publicado em: 04/06/2024 18:40 | Atualizado em: 05/06/2024 07:13

 (Foto: Rafael Vieira/DP)
Foto: Rafael Vieira/DP

 
Mais de 200 moradores da comunidade Roda de Fogo, no bairro dos Torrões, na Zona Oeste do Recife, receberam na tarde desta terça-feira (4) títulos de propriedade do governo de Pernambuco. 
 
Através do programa Morar Bem PE, famílias de baixa renda receberam gratuitamente os registros de suas casas. Para a governadora Raquel Lyra, a entrega desses títulos significa dignidade. “Nós vamos trabalhar para garantir à população o direito permanente de ter o seu título de propriedade. E ninguém mais vai bater em sua porta ou achar que tem direito de tirar a sua família da sua casa. É esse o nosso compromisso. A gente entrega hoje esse título para 271 famílias, mas até 2026 planejamos mais”, afirma. 
 
Até o momento, o governo de Pernambuco entregou 5.458 títulos de propriedade em todo o estado. Segundo a secretária de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Simone Mendes, a meta é de 50 mil até 2026. “A regularização fundiária é uma meta importante dentro do Programa Morar Bem, porque dá a essas famílias a segurança da moradia e a nossa prioridade é regularizar as que estão em terrenos do governo do estado. Além de todas as que já emitimos até aqui, nós temos 17 mil em andamento”, contou. 
 
Com seu título de propriedade em mãos, a boleira Elisabete Maria da Costa, de 57 anos, contou que o título é uma vitória. Sua mãe, dona Necir, faleceu há quatro meses, aos 86 anos, e foi uma das fundadoras da comunidade Roda de Fogo. 
 
A moradora Elisabete Maria da Costa recebendo seu título de propriedade (Foto: Rafael Vieira/DP)
A moradora Elisabete Maria da Costa recebendo seu título de propriedade (Foto: Rafael Vieira/DP)
 
 
“Minha mãe foi uma guerreira com três filhos. A gente morava de aluguel no Cordeiro, mas não tínhamos condições. Então, ela veio e invadiu a Roda de Fogo. Na época, nossa casa era de plástico. Hoje, 37 anos depois, eu tenho uma casa de alvenaria e de primeiro andar. E com esse título aqui não saio mais de jeito nenhum”, vibra. 
 
A profissional terceirizada Lindalva Cândida da Silva, de 54 anos, mora na Roda de Fogo há 28 anos. Para ela, o título não é só uma conquista, também é um alívio. 
 
Dona Lindalva com sua escritura  (Foto: Rafael Vieira/DP)
Dona Lindalva com sua escritura (Foto: Rafael Vieira/DP)
 
 
“Eu me sentia insegura. Tinha medo de ser despejada. Aquela sensação ruim de medo pensando que não poderia ganhar esse título, sabe? Tanto eu quanto meus vizinhos tínhamos esse medo. Quando a gente chegou era só plástico, barraco. Hoje, tenho minha casa, tenho meu título. Fico até emocionada”, disse. 
 
O trabalho de regularização fundiária é desenvolvido pela Perpart, empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh), e ocorre por meio de parceria com o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). 
 
O evento aconteceu na escola Pintor Lauro Villares e também teve a participação da vice-governadora Priscila Krause, da secretária Simone Nunes, da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SDUH), além da presença de deputados, vereadores e da desembargadora Deise Ribeiro, representando o Tribunal de Justiça de Pernambuco.  
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL