Diario de Pernambuco
Busca

Que história!

Furtada de ponte histórica no Recife, placa centenária de bronze com 400 quilos e quase 2 metros é achada em ferro-velho

Polícia Civil pernambucana detalhou, nesta sexta (7), uma história em que pouca gente poderia acreditar.

Publicado em: 07/06/2024 12:37 | Atualizado em: 07/06/2024 14:02

Placa tem 116 anos (Foto: Rafael Vieira/DP)
Placa tem 116 anos (Foto: Rafael Vieira/DP)
A Polícia Civil pernambucana detalhou, nesta sexta-feira (7), uma história em que pouca gente poderia acreditar.
 
O furto e a recuperação de uma placa de bronze, de mais de 400 quilos e quase dois metros de comprimento, em um local de grande movimentação de pessoas, carros e ônibus, chamou a atenção da polícia. 
 
O objeto foi retirado de um dos principais pontos turísticos do Recife Antigo: a Ponte Maurício de Nassau,  às 23h, do dia 31 de maio deste ano. 
 
De acordo com a polícia, a placa foi deixada, no dia 3 de junho,  em um ferro-velho, situado no bairro de Afogados, na Zona Oeste da cidade, e seria vendida por receptadores. 
 
Para sorte do patrimônio histórico, o dono do ferro-velho alegou que não queria o objeto e alertou aos três homens que levaram a placa até o estabelecimento que não era interesse a posse do objeto. Em depoimento aos investigadores, o proprietário do estabelecimento disse que os suspeitos não retornaram mais para retirar a placa e, que, desta forma, decidiu acionar a polícia para denunciar o caso. 
 
Quando teve conhecimento do furto, a Prefeitura do Recife registrou o boletim de ocorrência (BO) na Delegacia de Afogados, onde as investigações ficaram concentradas. 
 
Segundo o delegado responsável pelas investigações, Alessandro Orico, depois de rastrear informações, a polícia conseguiu localizar a placa e recuperá-la. 

Segundo o investigador, o objeto agora passará por uma perícia do Instituto de Criminalística (IC) para que seja elaborado um laudo pericial para constatar em quais circunstâncias a placa foi retirada da ponte. 
 
Investigações
 
Três suspeitos estão sendo procurados. Ainda não se sabe se os envolvidos são receptadores ou os próprios autores do furto da placa.  
 
Em coletiva de imprensa, a polícia disse que  identificou um suspeito.
Já é possível afirmar que a placa foi levada em um carro, no banco de trás do veículo.O dono desse veículo já foi identificado e a polícia agora realiza diligências para tentar localizá-lo. 
 
Placa recuperada foi carregada por vários funcionários da prefeitura  (Foto: Rafael Vieira/DP)
Placa recuperada foi carregada por vários funcionários da prefeitura (Foto: Rafael Vieira/DP)
A polícia pediu imagens de câmeras de segurança do entorno da Ponte Maurício de Nassau para tentar identificar mais envolvidos. 

“A grande importância dessa recuperação para o patrimônio histórico. A placa tem um valor inestimável. As pessoas que subtraíram essa placa, na verdade, tinham o interesse de vendê-la pelo valor da matéria prima, a questão material, do valor do quilo do bronze. Tivemos a informação que ela foi furtada e estava sendo comercializada para um ferro-velho, mas o dono negou o interesse e disse que já tinha identificado que o objeto era fruto de ato ilícito. Até então, identificamos três suspeitos que levaram o objeto até o estabelecimento, mas estamos investigando se foram eles que furtaram a placa ou se trata dos receptadores”, explicou o delegado Alessandro Orico. 
 
Onde ficava 
 
A placa ficava posicionada em uma coluna, na cabeceira da ponte, no sentido do Recife Antigo-Centro da Cidade. 
 
A importância dela é calculada devido ao valor histórico. Afinal, há  116 anos aconteceu fixação do objeto na estrutura. 
 
Mais investigação
 
A polícia destacou que investiga outro caso de furto de placa histórica.
A apuração está no início e não foram repassadas mais informações "para não atrapalhar". 
 
A corporação não descarta que seja o mesmo grupo, que teria cometido esse novo crime.
Tags: ferro-velho | recife | ponte | furto | placa |
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL